Sem categoria

Preço baixo gera lucro de 30% em artigos natalinos, diz Associação Comercial do Amazonas

Lojistas informaram que procura por artigos natalinos impulsionou empresários a antecipar venda de produtos para o mês de outubro. Para ACA, vendas para o Natal serão um “alívio para o comércio” este ano - foto: divulgação

Lojistas informaram que procura por artigos natalinos impulsionou empresários a antecipar venda de produtos para o mês de outubro. Para ACA, vendas para o Natal serão um “alívio para o comércio” este ano – foto: divulgação

As lojas especializadas em artigos natalinos parecem não sofrer grandes impactos com o conturbado momento financeiro do Brasil. Quando muito se fala em crise, empresários que investem no Natal como produto afirmam estar tendo lucros de 30% nas vendas, mas mantendo os preços de 2014.

Com as comemorações se aproximando, as expectativas aumentam em torno das vendas de árvore de Natal, guirlandas, pisca-pisca e decorações de flores artificiais, as mais procuradas, segundo os lojistas.

De acordo com a gerente da loja Shalom Festas, Liliana Alencar, desde o início de outubro a procura pelos produtos foi intensificada. Ela afirmou que, mesmo com as vendas retraídas para outros segmentos, como eletrônicos, roupas e calçados, os artigos natalinos já vendem mais que no mesmo período do ano passado.

“Diferente de 2014, no início desse mês, antes de montar as decorações na loja as pessoas já perguntavam sobre enfeites, árvores e luzes. E, por isso, tivemos que montar mais cedo. No dia 10 desse mês (outubro) já estava tudo montado. No ano passado, só ornamentamos a loja lá pelo dia 25. Por isso, já temos 30% a mais em vendas”, disse a empresária, ao destacar que na última semana chegou a vender, em artigo de decoração natalina, cerca de R$ 1 mil por cliente. A empresária conta que consegue atrair a clientela pelos preços. Segundo ela, os valores dos produtos continuam o mesmo de 2014.  Ela explicou que os produtos mais procurados são decorações de flores e a novidade: a árvore de Natal com lâmpadas de LED.

A gerente do Grupo Baiano, Clea Porto, também afirmou que a procura de artigos natalinos está mais intensa que no ano passado, aumentando as vendas em 20% em relação ao mesmo período de 2014.

“Está muito adiantado neste ano, e vejo bastante cliente procurando”, disse a gerente, ao informar que também tem mantido os mesmos preços de 2014 e está apostando em promoções para atrair mais ainda a clientela.

Para o diretor da importadora MM, Geovane Telles, o mês de outubro já mostra uma melhora no comércio. Segundo ele, ao contrário do que se divulga, as vendas do fim de ano serão boas.

“As vendas do que é relacionado ao Natal vai salvar o fim deste ano que está complicado. A expectativa é boa”, disse.

O presidente da Associação Comercial do Amazonas (ACA), Ismael Bicharra, acredita que as vendas de decorações podem ser um alívio para o comércio.

De acordo com ele, pelo fato do Brasil ser um país católico, a maior parte da população não deixa de enfeitar as casas nem em períodos de crise financeira.

“Passamos pela crise e isso é fato. Mas a questão religiosa poderá dar um crescimento nas vendas que estão em frequente queda. Já registramos queda de 30%, mas com essa festa cristã o cenário pode melhorar”, afirmou Bicharra, ao ressaltar que, neste ano, as lojas estão dedicando um espaço físico maior para as ornamentações natalinas que, segundo ele, é o “chama de clientes”.

Por Asafe Augusto

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir