Esportes

Precisando vencer para avançar no Brasileiro, Nacional encara Genus-RO neste domingo

Com cinco pontos conquistados e ocupando a terceira colocação do grupo A1, os comandados do técnico Vagner Benazzi entram em campo pressionados para evitar o segundo vexame do ano - foto: Marcio Melo

Com cinco pontos conquistados e ocupando a terceira colocação do grupo A1, os comandados do técnico Vagner Benazzi entram em campo pressionados para evitar o segundo vexame do ano – foto: Marcio Melo

Sem depender apenas de si para avançar à segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro, o Nacional terá uma tarde para lá de tensa neste domingo (17). Diante do Genus-RR, às 17h (de Manaus), no estádio Ismael Benigno, a Colina, o Leão da Vila Municipal terá de vencer e torcer por diversas combinações de resultados que lhes favoreçam. O duelo é válido pela 6ª e última rodada da primeira etapa da competição.

Com cinco pontos conquistados e ocupando a terceira colocação do grupo A1, os comandados do técnico Vagner Benazzi entram em campo pressionados para evitar o segundo vexame do ano – o primeiro foi a eliminação para o Dom Bosco–MT, na primeira fase da Copa do Brasil. Segundo colocado da chave com dois pontos a mais que o Naça, os rondonienses também precisam vencer para avançar sem depender de outros resultados, já que os dois piores segundos colocados ficarão fora do mata-mata.

Para o duelo de hoje, a torcida nacionalina aposta no retrospecto positivo do atacante Jones em jogos dentro de casa. Saindo do banco de reservas nos jogos contra o Atlético-AC e o Trem-AP, ele marcou um gol em cada partida, ambas disputadas na Arena da Amazônia Vivaldo Lima.

“Nós estamos pensando bastante nesse jogo de domingo (hoje), sabemos da importância da partida. Precisamos fazer gols para que consigamos alcançar a classificação. Mas estamos com a cabeça boa, temos trabalhado bastante para que as coisas venham favorecer o Nacional”, afirma o camisa 9.

Diferente das duas primeiras rodadas da Série D, quando o Leão atuou na arena, o jogo deste domingo será na Colina. No treino da última quinta-feira (14), inclusive, o elenco realizou um coletivo no mesmo horário da partida de hoje. Para o comandante leonino, independente do local do duelo, a equipe precisa entrar em campo focada no único resultado que interessa: a vitória.

“A gente vai entrar em campo com a cabeça voltada para o resultado positivo, e isso não pode ser diferente, porque nós dependemos apenas da gente para classificar. Temos uma chance pequena, mas temos uma chance. O torcedor pode confiar que nós vamos cuspir sangue, mas vamos ganhar esse jogo”, promete Benazzi.

O técnico leonino, porém, não poderá contar com todos os jogadores para este confronto e a onzena inicial deve sofrer três mudanças. Por acúmulo de cartões amarelos, o zagueiro Luis Henrique dá lugar a Roberto Dias. Após cumprir suspensão no último jogo, o volante Hercules volta ao time titular na vaga de Cal. No ataque, Nonato, em má fase, cede seu posto a Malaquias. O zagueiro Vitor, o volante Hugo e o atacante Wanderley seguem indisponíveis – ambos seguem se recuperando de cirurgia.

Desta forma, o Nacional deve entrar em campo neste domingo com Tom; Osvaldir, Edson Rocha, Roberto Dias, Radar; Hercules, Tiaguinho, Leandro Chaves, Esquerdinha; Malaquias e Jones.

Com ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), a diretoria leonina espera transformar a Colina num verdadeiro caldeirão na tarde deste domingo. Os bilhetes poderão ser adquiridos na bilheteria do estádio.

Por André Tobias

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir