Economia

Prazo para sacar abono salarial é prorrogado até dezembro

O governo ampliou até 31 de dezembro deste ano o prazo para os trabalhadores sacarem o abono salarial do PIS/Pasep referente a 2014. O valor corresponde a um salário mínimo (R$ 880).
O limite para o saque era esta quarta-feira (31), mas a decisão de adiar foi tomada porque, segundo o Ministério do Planejamento, quase 1 milhão de trabalhadores ainda não tinham resgatado o benefício.
Essa é a segunda vez que o prazo é prorrogado -inicialmente terminaria em 30 de junho.

Tem direito ao abono quem teve a carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2014 e recebeu até dois salários mínimos. Além disso, é preciso estar inscrito no PIS/Pasep há, no mínimo, cinco anos e ter tido o nome informado pelo empregador na Rais (Relação Anual de Informações Sociais).

Os servidores públicos que se aposentaram depois de 2014 e tiveram cargos comissionados em instituições públicas devem verificar se têm direito.
Caso o trabalhador não retire o abono até o fim do prazo, o valor volta para o FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) e não estará mais disponível.

“É possível se informar sobre o abono salarial por telefone ou pela internet antes de sair de casa para ir a uma agência bancária sacar o benefício”, diz o ministro do Trabalho Ronaldo Nogueira.
Ele aconselha os trabalhadores a não deixarem para o último dia, para evitarem filas.

Quem tem direito
– Trabalhadores e servidores públicos cadastrados no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos
– É preciso ter trabalhado com carteira assinada por, no mínimo, 30 dias em 2014
– É preciso ter recebidos até dois salários mínimos por mês

Como sacar
PIS
– Antes de sacar o abono, o trabalhador deverá verificar se o benefício não foi depositado diretamente na conta, se for cliente da Caixa
– Em caso negativo, deve comparecer com o Cartão do Cidadão e senha cadastrada nos terminais de autoatendimento da Caixa ou em uma casa lotérica
– Se não tiver o Cartão do Cidadão, o beneficiado pode receber o abono em qualquer agência da Caixa com um documento de identificação.
Pasep
– Os participantes do Pasep (Banco do Brasil), após verificarem se houve depósito na conta, devem procurar uma agência e apresentar um documento de identificação.

Informe-se
Veja como checar se tem direito ao abono salarial
Por telefone
– Alô Trabalho, pelo telefone 158 do Ministério do Trabalho
– Caixa, pelo número 0800-726 02 07
– Banco do Brasil, pelo número 0800-729 00 01
Pela internet
– No site do Ministério do Trabalho (www.trabalho.gov.br), clicando no banner “Abono Salarial”, localizado na parte superior da tela. Nesse local está a lista dos trabalhadores com direito ao abono que ainda não fizeram os saques. Essa relação está dividida por Estado e município. Os nomes dos trabalhadores estão em ordem alfabética.
– No site abonosalarial.mte.gov.br, que disponibiliza uma ferramenta pela qual é possível saber se o trabalhador tem direito ao abono digitando o número do PIS/Pasep ou CPF e a data de nascimento.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir