Esportes

Por final, São Paulo terá que repetir feito único na história da Libertadores

Perder por dois gols de diferença em casa na fase de mata-mata é algo raro na Libertadores. Recuperar-se é missão quase impossível.


Após perder por 2 a 0, no Morumbi, na partida de ida da semifinal da competição continental, contra o Atlético Nacional (COL), o São Paulo enfrenta os colombianos, em Medellín, nesta quarta (13), às 21h45, e terá que fazer o que apenas um time conseguiu desde que a Libertadores é disputada no formato atual de mata-mata, a partir de 1989.

Desde então, em apenas 20 oportunidades o time que jogou a primeira partida em casa saiu perdendo por uma diferença de dois gols, nenhuma delas na fase semifinal.

E apenas uma vez a equipe em desvantagem conseguiu reverter o placar. O feito foi conquistado pelo América-MEX, nas oitavas de final de 2008, contra o Flamengo.

Na ocasião, o time carioca venceu o primeiro confronto por 4 a 2, no México, mas sofreu uma derrota acachapante no Maracanã por 3 a 0, com uma atuação de gala do atacante paraguaio Cabañas, que marcou dois gols.

A missão do América (MEX) foi similar à que o São Paulo terá nesta quarta, com a diferença de que o time tricolor sofreu dois gols a menos que os mexicanos em casa, tornando a tarefa ligeiramente menos difícil.

Qualquer vitória por dois gols de diferença garantem a vitória ao time tricolor, com exceção do 2 a 0, que leva a decisão para os pênaltis.

Por outro lado, o São Paulo enfrenta o melhor time da competição. Em 11 partidas do Atlético Nacional na competição, foram oito vitórias, dois empates e apenas uma derrota.

E se no total o retrospecto já é admirável, em seus domínios o aproveitamento dos colombianos é ainda melhor.

Nas seis partidas no estádio Atanasio Girardot, o time empatou apenas uma, contra o Huracán (ARG), na última rodada da fase de grupos, quando o time já tinha garantido a classificação com a melhor campanha para as oitavas de final.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir