País

População arranca suspeito de carro da PM e o mata a pedradas em RO

Um homem foi arrancado de dentro de um carro da polícia e morto a pedradas e pauladas por moradores de uma vila rural em Candeias do Jamari (25 quilômetros de Porto Velho). Ele era suspeito de ter estuprado uma garota de nove anos e matado a facadas o irmão dela, de cinco anos. O linchamento ocorreu no fim da tarde desta terça-feira (21), minutos depois de confirmada a morte do garoto.

Segundo a Polícia Militar, Uillian Jeferson de Farias, 33, invadiu a casa onde estavam as crianças sozinhas e passou a abusar sexualmente da menina. Pelo relato posterior da garota à polícia, o irmão dela, ao perceber a cena, teria se assustado, mas avançou no suspeito e foi esfaqueado no peito.

Ainda segundo a PM, Farias, para disfarçar, saiu com o garoto nos braços pedindo socorro. Vizinhos levaram o menino para uma unidade de saúde de outro bairro, mas ele não resistiu e morreu.

Minutos depois, diz a polícia, a irmã relatou aos moradores o que ocorreu em sua casa, e um grupo de vizinhos segurou Farias até a chegada da polícia.

Cerco e linchamento

Segundo o registro no boletim de ocorrência, o único carro da polícia que atendia o caso, com quatro PMs e o suspeito preso dentro, foi cercado por dois caminhões.

Em volta, havia uma multidão de 300 pessoas, armadas com paus e pedras e dispostos a avançar no carro policial.

Um outro veículo da Polícia Militar Ambiental com mais três homens chegou ao local e tentou conter os moradores, mas o grupo retirou à força Farias do carro. Ele foi morto com chutes, pauladas e pedradas no meio da rua.

A Secretaria da Segurança Pública de Rondônia deve se pronunciar nesta quarta-feira (22) sobre o linchamento.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir