Sem categoria

Ponte de madeira na BR-319 não suporta peso de ônibus e veículo tomba durante viagem

Apesar do tombo, o ônibus não sofreu grandes danos - fotos: divulgação

Apesar do tombo, o ônibus não sofreu grandes danos – fotos: divulgação

Um ônibus do transporte intermunicipal, placa NPB-2881, tombou n no quilômetro 280 da BR-319 após uma ponte de madeira não suportar o peso do veículo, que havia saído de Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus) com destino à capital. O acidente aconteceu no início manhã desta quinta-feira (5), mas não houve vítimas lesionadas.

O ônibus pertence à empresa de transportes Aruanã e virou no instante em que o motorista, de nome não revelado, tentava atravessar a ponte. No momento do acidente não havia passageiros dentro do veículo, visto que os mesmos tinham sido evacuados. O condutor também não sofreu ferimentos.

Os passageiros foram levados para um outro trecho da BR com a ajuda da empresa que faz manutenção na estrada e resgatados em seguida por outro veículo da Aruanã. Os passageiros chegam a Manaus já na note desta quinta-feira.

“Em entrada de balsas, descida de ladeiras escorregadias e travessia de pontes, é feita a evacuação dos passageiros antes. Este é um procedimento normal em estradas precárias”, explicou o comerciante Francisco Araújo, 53, um dos envolvidos no movimento que pede a recuperação da BR-319.

Apesar do tombo, o ônibus não sofreu grandes danos. Apenas quebrou o para-brisa e a machucou a lataria na parte frontal, segundo informou uma fonte próxima da empresa.

O tombamento de ontem não foi o primeiro registrado desde que empresas de ônibus que fazem transporte de passageiros voltaram a trafegar na BR. Com início do período chuvoso, não são poucos os casos de tombamentos e deslizamentos no atoleiro em que se encontram alguns trecos da rodovia.

onibus-acidente.jpg456

 

Manifestação

Francisco Araújo acrescentou que, no próximo domingo (8), a praça São Sebastião, no Centro de Manaus, será palco do ato público em favor da manutenção da rodovia federal, que Manaus (AM) a Porto Velho (RO).

A manifestação será promovida por caminhoneiros, agricultores e comerciantes que vivem em áreas próximas à estrada. O evento está programado para as 17h.

Os manifestantes irão apresentar no ato uma ‘Carta Aberta’, documento que defende a recuperação total da rodovia.

“A BR-319 vai favorecer muito a gente. Do jeito que estamos não temos saída para outros estados e não for de avião ou canoa. Antigamente, esta rodovia funcionava e proporcionava a passagem de ônibus com acesso ao sul do país. Hoje é esta dificuldade”, afirmou Francisco Araújo.

Por equipe EM TEMPO Online

Colaborou Ive Rylo

Confira o vídeo.

1 Comment

1 Comment

  1. Pedro Fernandes

    6 de novembro de 2015 at 15:05

    O embargo imposto pelo IBAMA e a Ação Civil Pública impetrada pelo MPF/AM obrigaram a paralisação das obras de recuperação, sem a qual a BR 319 está se tornando perigosa para os usuários. As ações desastrosas do IBAMA e MPF/AM podem custar vidas humanas. Queremos a suspensão do embargo imediatamente para a continuidade das obras de conservação e como forma de preservar a vida humana e os bens dos usuários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir