Mundo

Polícia senegalesa prende 11 pessoas em casamento homossexual

Policia Senegal

Entre os detidos estão os noivos que celebravam a união. A polícia continua a buscar outras pessoas que estavam no local. foto: divulgação.

A polícia do Senegal, país cuja legislação condena a homossexualidade, prendeu 11 pessoas por participarem de uma cerimônia simbólica do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Os fatos ocorreram na sexta-feira (25) em uma escola da cidade de Kaolack, situada 190 quilômetros ao sul de Dacar. A polícia entrou no local e interrompeu o ato de união de dois homens e apreendeu os anéis de casamento e outros objetos.

As forças da ordem senegalesas já prenderam, em 2008, um casal do mesmo sexo que celebrava o casamento no município de Mbao, nos arredores de Dacar.

O Código Penal do Senegal prevê penas de até cinco anos de prisão e multas de até 3 mil dólares a quem realizar atos “impróprios ou antinaturais com uma pessoa do mesmo sexo”. Em agosto deste ano, um tribunal de Dacar condenou sete pessoas a seis meses de prisão por “praticar homossexualismo”.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir