Sem categoria

Polícia retira invasores de apartamentos no Prosamim do Santa Luzia

 

A órgão disponibilizou para os invasores doze caminhões baú, para que fossem utilizados par as mudanças. Foto: Diego Janatã

A órgão disponibilizou para os invasores doze caminhões baú, para que fossem utilizados par as mudanças. Foto: Diego Janatã

As policias Civil e Militar realizaram na manhã desta terça-feira (14) a reintegração de posse de 20 apartamentos localizados no Parque Residencial Cajual, bairro Santa Luzia, Zona Sul de Manaus, invadidos há mais de um ano. A ação contou com o efetivo de 60 policiais.

Conforme a polícia, o trabalho teve início ainda na tarde dessa segunda-feira (13), quando os invasores foram comunicados que teriam que sair do local. Algumas famílias, inclusive, saíram ainda ontem, sendo as restantes retiradas na manhã de hoje.

O major Cledemir Silva, do Batalhão de Choque, disse que a reintegração ocorreu de forma pacífica. “Foi cumprida a ordem e não houve nenhuma resistência. Os moradores estavam conscientes de que tinham que sair do local”, contou o major à reportagem.

Além dos policiais, a ação foi acompanhada por equipes do Corpo de Bombeiros, Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Manaus Energia.

12 caminhões foram disponibilizados para que os invasores pudessem levar seus pertences a um novo endereço.

O idoso José Marques Fernandes, 73, está morando no local há 10 meses e invadiu o apartamento por que não tinha onde morar. “Não sei onde vou morar, sou aposentado, mas o salário mal supre as despesas da casa. Não tenho condições de pagar aluguel, estou desesperado, tenho dois filhos deficientes, não sei o que vai acontecer com a minha família a partir de agora”, disse emocionado.

Para a dona de casa Keite Sampaio, a situação é bem pior. Segundo a mulher, ela tem sete filhos menores de 10 anos e não tem familiares em Manaus.

“Onde vou morar com os meus filhos? Eu invadi por que estava morando com eles de baixo da ponte. Vou ter que voltar para lá,” disse a mulher aos prantos.

Conforme a Polícia Militar, em um dos apartamentos foi apreendida uma quantidade pequena de entorpecentes. O responsável pelo imóvel, que não teve o nome divulgado, foi levado para o 2º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para averiguação.

Os 20 apartamentos reintegrados serão entregues à construtora responsável pela obra para uma reforma, visto que alguns tiveram pequenas avarias, e serão disponibilizados para os beneficiários que estão com o nome no cronograma do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim).

Por Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir