Dia a dia

Polícia procura por jovem que decapitou vigia em Manaus

As denúncias podem ser feitas pelo 181 e a PC assegura o sigilo da identidade dos informantes - foto: divulgação

As denúncias podem ser feitas pelo 181 e a PC assegura o sigilo da identidade dos informantes – foto: divulgação

Vinícius Roberto de Lima Kossatz, 18, é procurado pela autoria do homicídio do vigia Marcos Antônio de Queiroz Filho. A Polícia Civil do Amazonas(PC-AM), por meio do delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, solicitou a ajuda da população na divulgação das imagens do infrator em coletiva realizada na manhã desta quinta-feira (30).

O crime que vitimou o vigia ocorreu na madrugada do dia 19 de junho, em um terreno situado na Rua Itaguá, Conjunto Parque das Laranjeiras, bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus. A vítima tinha 24 anos.

De acordo com a autoridade policial, o corpo de Marcos foi encontrado por populares no local onde ele trabalhava. O cadáver apresentava perfurações ocasionadas por golpes de terçado. A vítima foi decapitada e teve a cabeça deixada a dez metros do lugar. Segundo testemunhas, Vinícius e Marcos teriam ingerido bebidas alcoólicas juntos horas antes do crime e em seguida seguiram para o terreno, onde o vigia trabalhava há cerca de três semanas.

“Populares relataram que viram o momento em que Vinícius saiu do local com um terçado ensanguentado nas mãos. Por meio das imagens de um vídeo encontrado no celular da vítima, descobrimos que a sandália achada no local do crime pertencia a Vinícius. É provável que o crime tenha sido motivado após um desentendimento entre os dois”, argumentou o titular da DEHS.

Conforme Martins, Vinícius chegou a ser procurado na casa dele logo após o crime, mas não teria retornado ao imóvel desde então. “Com base nas investigações e declarações de testemunhas representei o pedido de mandado de prisão preventiva em nome dele. O documento foi expedido ontem, dia 29, pela juíza do 1° Tribunal do Júri, Mirza Telma de Oliveira Cunha”, disse o delegado.

Na delegacia foi constatado que o infrator cumpria pena por roubo neste ano e estava em liberdade provisória desde o dia 16 deste mês de junho, três dias antes de cometer o delito. Dessa vez ele será indiciado por homicídio qualificado, segundo Ivo Martins. “O que chamou a atenção nesse crime foi a brutalidade com a qual Vinícius agiu ao decapitar a vítima. Esperamos agora o apoio da sociedade para efetuarmos a prisão do jovem”, declarou.

Qualquer informação que possa levar os policiais civis da DEHS ao paradeiro do infrator deve ser feitas pelo número de telefone da DEHS (92) 3636-2874 ou pelo disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM), o 181. A Polícia Civil assegura o sigilo da identidade dos informantes.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir