Sem categoria

Polícia prende sétimo envolvido em latrocínio à loja de material de construção

latrocinio-pavao

Na tarde de hoje, o desempregado Jonatas Lopes Aquino, 18, foi preso como o sétimo envolvido no latrocínio – foto: divulgação

Uma quadrilha acusada de matar no mês passado o empresário Antônio Histenis Moreira, 47, dono da loja Pavão Materiais de Construções, localizado na avenida Autaz Mirim, Zona Leste, foi apresentada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (2). Conforme o delegado-adjunto da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Denis Pinho, o latrocínio – roubo seguido de morte – foi arquitetado pela funcionária da loja Tatiane Cavalcante Batista, 21, e o ex-funcionário Jardson Felix Souza de Almeida.


Na tarde de hoje, o desempregado Jonatas Lopes Aquino, 18, foi preso como o sétimo envolvido no latrocínio. O crime ocorreu no dia 5 de novembro. O suspeito se entregou à polícia nesta quarta-feira (2), após a prisão de outros membros da quadrilha.  Hoje pela manhã a polícia já havia apresentado em coletiva realizada na sede da Delegacia Geral de Polícia Civil, outros cinco integrantes da quadrilha, Jardson Felix Souza de Almeida, 29, Gutemberg de Lima Mariano, 27, Renato Santana dos Santos, 21, e Tatiane Cavalcante Batista, 21, e um adolescente de 17 anos que foi apreendido.

Segundo o delegado titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Denis Pinho, o jovem já estava sendo procurado pela polícia, que está realizando um trabalho investigativo desde o dia do fato. “Ele se entregou espontaneamente às 12h de hoje, sendo assim, acreditamos que todos os envolvidos já foram identificados”, explicou.

No dia cinco de novembro, Jonatas, em companhia de outros sete comparsas, entraram no estabelecimento comercial, situado no bairro Jorge Teixeira e roubaram a quantia de R$ 50 mil. “Ele esteve presente em toda ação criminosa, entrou junto com os outros e permaneceu no local do início ao fim, em posse de uma arma de fogo, mas ele não atirou contra a vítima”, informou o delegado Denis.

Na delegacia, o jovem confessou ter participado do crime em companhia com os demais envolvidos e declarou que decidiu se entregar por estar arrependido. Até o momento, a investigação policial aponta oito envolvidos nesse episódio, sendo que todos já foram presos, exceto um deles, o qual se apresentou no início desta tarde. “O último partícipe se apresentou agora pela tarde e admitiu o envolvimento dele, iremos interrogá-lo em inquérito policial e o próximo passo será pedirmos a sua prisão ao juiz”, assegurou o delegado titular da Derfd.

Jonatas e os outros envolvidos responderão por latrocínio e formação de quadrilha. O caso do menor de idade será encaminhado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai) para serem tomadas as devidas providências.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir