Dia a dia

Polícia prende homem que planejou assalto a agência bancária, na Djalma Batista

Daniel foi indiciado por roubo e furto qualificado. Paulo foi autuado em flagrante por posse de arma de fogo de uso restrito - foto: divulgação/PC

Daniel foi indiciado por roubo e furto qualificado. Paulo foi autuado em flagrante por posse de arma de fogo de uso restrito – foto: divulgação/PC

Daniel Ribeiro Coimbra, 30, conhecido como ‘Bomba’ foi apresentado na Delegacia Geral, na manhã desta terça-feira (26), por planejar o roubo em uma agência bancária localizada na avenida Djalma Batista, Zona Centro-Sul de Manaus, no dia 5 deste fevereiro deste ano. Além dele, o mototaxista Paulo Alex Barros Menezes, 34, o ‘Japonês’, também foi apresentado por porte ilegal de arma de fogo.

A dupla foi presa na tarde dessa segunda-feira (25), por volta das 15h, na rua Itacoatiara, bairro Cachoeirinha, Zona Centro-Sul da cidade.

De acordo com o diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Juan Valério, os homens foram presos após várias denúncias feitas ao disque-denúncia do departamento: (92) 99360-8004. Segundo os informantes, ‘Bomba’ estaria comercializando entorpecentes no bairro Cachoeirinha e Paulo seria o responsável pela distribuição das drogas.

“Além da denúncia de envolvimento com o tráfico de drogas, Daniel já estava sendo procurado pela polícia por ser o mentor de furto a uma agência bancária na avenida Djalma Batista. Na época, nas prisões de cinco pessoas envolvidas na tentativa de furto, já que os infratores foram surpreendidos pela polícia no local. Com eles foram apreendidos quatro cilindros e dois maçaricos, além de três carros usados na ação criminosa. Daniel empreendeu fuga do lugar e desde então estava sendo procurado”, declarou o delegado.

Conforme Juan, a equipe de investigação se deslocou até o local informado na denúncia e cumpriu o mandado de prisão em nome de Daniel. Paulo foi preso em flagrante em posse de uma pistola ponto 40 de uso restrito da Polícia Militar e 11 munições.

O delegado disse que o mototaxista afirmou, em depoimento, que havia comprado a arma por R$ 2 mil e tinha intenção de efetuar roubos pela cidade. Com o infrator também foi apreendida uma motocicleta modelo Honda CG 150 Sport, de placa NOM-8737, utilizada por Paulo Alex em pelo menos dois delitos.

Após verificação no sistema de dados da Polícia Civil, Juan Valério confirmou que Daniel também era investigado por envolvimento em furtos de objetos de dentro de veículos, subtraídos por meio de um dispositivo eletrônico conhecido como ‘Chapolin’, que impede o acionamento de alarmes e travas eletrônicas dos veículos.  “Descobrimos que ‘Bomba’ possui uma oficina onde, supostamente, praticava o desmanche de automóveis oriundos de roubos”, explicou Juan.

O delegado ressaltou ainda a importância da colaboração da sociedade, por meio de denúncias feitas à equipe do DRCO para a elucidação de casos como esse. Ele assegurou que a identidade dos informantes é preservada. “No momento em que recebemos as denúncias e analisamos as evidências minuciosamente, percebemos que se tratava do último integrante da quadrilha que estava foragido”, argumentou.

Daniel foi indiciado por roubo e furto qualificado. Paulo foi autuado em flagrante por posse de arma de fogo de uso restrito. Após a realização dos procedimentos cabíveis na base do DRCO, a dupla será conduzida à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

 

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir