Dia a dia

Polícia prende cinco homens envolvidos em assalto a empresa de comunicação, em Manaus

Foram detidos Pedro Antônio Nascimento, 23; Diego Lima Araújo, 33; Sérgio do Nascimento Batista, 21; Gabriel de Souza Moreira, 19, e Leandro da Silva Barbosa, 19 - foto: Thais Gama

Foram detidos Pedro Antônio Nascimento, 23; Diego Lima Araújo, 33; Sérgio do Nascimento Batista, 21; Gabriel de Souza Moreira, 19, e Leandro da Silva Barbosa, 19 – foto: Thais Gama

Cinco homens foram presos nesta quinta-feira (21), suspeitos de assaltarem o jornal A Crítica no dia 2 de junho. A quadrilha foi apresentada na tarde de hoje na Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derdf).

Foram detidos Pedro Antônio Nascimento, 23; Diego Lima Araújo, 33; Sérgio do Nascimento Batista, 21; Gabriel de Souza Moreira, 19, e Leandro da Silva Barbosa, 19.

Segundo o titular da Derfd, Adriano Félix, Gabriel era terceirizado da empresa de comunicação e trabalhava no terceiro turno. O jovem confessou ser o responsável em passar as informações para Leandro que fez a ponte com Pedro e Sérgio, que assaltaram a empresa. Os dois suspeitos chamaram Diego, professor de física na rede pública de ensino, que ficou esperando os assaltantes no carro.

Gabriel informou ainda que arquitetou o assalto, pois precisava de dinheiro para quitar dívidas pessoais. Ainda segundo informações, o carro utilizado na a fuga do bando era da tia de Diego, um veículo de modelo Fiesta, de cor vermelha. Pedro e Sérgio já tinham passagens pela polícia por roubo. Os homens foram identificados através das imagens de segurança do local.

Após procedimentos cabíveis a quadrilha foi encaminhada a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará a disposição da Justiça.

Entenda o caso

O assalto ocorreu por volta das 22h, no dia 2 de junho, no prédio do jornal A Crítica, localizado na avenida André Araújo, na Zona Centro-Sul de Manaus. Os suspeitos estavam armados de revólver e levaram cerca de R$ 4 mil reais e aparelhos celulares da equipe da expedição.

Aproximadamente 40 pessoas estavam no local e alguns funcionários conseguiram escapar e chamaram a polícia.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir