País

Polícia identifica suspeito de postar comentários racistas contra Maju

Um adolescente de 15 anos suspeito de ter postado ofensas racistas na internet contra a jornalista Maria Júlia Coutinho, a Maju, da Globo, foi identificado pela polícia nesta terça-feira (7).

O menor mora em Carapicuíba (Grande São Paulo). Ele foi ouvido na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) e, em seguida, liberado.

Os comentários foram publicados por vários usuários do Facebook na página oficial do “Jornal Nacional” na rede na última quinta-feira (2). Um “printscreen” dos xingamentos circulou pela web e causou revolta em outros internautas.

Um inquérito para investigar o crime de prática de discriminação ou preconceito de raça foi instaurado pela Decradi.

Para chegar ao primeiro suspeito, os policiais rastrearam as imagens com as mensagens ofensivas e fizeram buscas nas redes sociais para identificar os perfis dos envolvidos. Dados cadastrais e números de IPs também foram solicitados ao Facebook.

A pena para quem comete crime de discriminação racial é de dois a cinco anos e multa. No caso do adolescente, trata-se de um ato infracional. A critério da Justiça da Infância e da Juventude, ele poderá responder a alguma medida socioeducativa.

Maju é a primeira mulher negra a apresentar a previsão do tempo no “Jornal Nacional”. Ela ocupa o cargo desde abril, e é responsável também pela previsão no “SPTV”.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir