Dia a dia

Polícia flagra ‘mudança’ de boca-de-fumo em Parintins

Traficantes estavam de mudança quando policia chegou – foto: Tadeu de Souza

Traficantes estavam de mudança quando policia chegou – foto: Tadeu de Souza

Parintins (AM) – Uma operação bem sucedida das polícias Civil e Militar, em Parintins (distante 369 quilômetros de Manaus) aprendeu neste final de semana cerca de um quilo de maconha prensada (maconha que recebe beneficiamento) e 480 gramas de pasta-base de Cocaína, além de outros materiais e a importância de R$ 800 reais em espécie.

A operação foi comandada pelo delegado Reinaldo Figueira, Adjunto da 3ª Delegacia Interativa de Parintins.

A boca-de-fumo localizava-se no Loteamento Saunier, Zona Oeste da cidade, a duas quadras da Delegacia de Polícia.

“O Serviço de inteligência vinha monitorando essa área da cidade já há algum tempo e neste final de semana soubemos que uma partida de droga estava chegando já para o começou do mês de junho, que é um mês de grande movimento na ilha”, afirmou o delegado.

Foram presos na operação: Andreia Batista dos Santos, 25, Antônio Apolônio dos Santos, 19, Paulo Roberto Batista dos Santos, 22, Helder dos Santos Azevedo, 20, Karina Esteves Fontenelle, 28, e Anderson Batista dos Santos, 20.

O suspeito Antônio Apolônio dos Santos, 19, negou que fizesse parte da comercialização da droga em Parintins, embora tenha uma enorme ficha criminal na delegacia local.
Segundo ele, o mesmo tinha ido à casa da irmã ajudar na mudança da mesma, quando foi surpreendido pela PM.

“Não vendo droga não, só fui ajudar a mudança e acabei aqui preso”, disse Antônio, denunciando que havia sido espancado durante a operação.

O delegado Reinaldo Figueira negou a acusação e disse que essa é uma estratégia dos traficantes. “Em geral eles dizem que foram torturados, espancados, em todo caso vamos apurar, e se for uma denunciação caluniosa é mais um processo contra ele”.
Por Tadeu de Souza (equipe Jornal EM TEMPO)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir