Política

Polícia Federal já está na Itália para transportar Pizzolato ao Brasil

Uma equipe da Polícia Federal desembarcou na Itália nesta segunda-feira (5) para transportar o ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato de volta ao território nacional.

Se não houver nenhuma decisão favorável a Pizzolato nos próximos dias, ele chegará ao Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, na quinta-feira (6), em voo comercial.

De lá, ele embarcará num avião da Polícia Federal rumo a Brasília. Ao pousar na capital, ele será levado para a Superintendência da PF e, após fazer exame corpo de delito, seguirá para a Penitenciária da Papuda, onde vai cumprir pena.

A equipe da PF que está em território italiano é composta por três policiais e uma médica, que assistirá Pizzolato caso seja necessário.

Recurso

Os planos, entretanto, podem mudar. A defesa de Pizzolato entrou nesta segunda com um recurso na Corte Europeia de Direitos Humanos para tentar reverter a decisão que o obriga a cumprir pena no Brasil.

O ex-diretor do Banco do Brasil foi condenado a 12 anos e sete meses de prisão por ter participado do esquema do mensalão. Logo após a sentença, Pizzolato fugiu para a Itália e, desde então, seus advogados tentam adiar o retorno dele ao Brasil.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir