Dia a dia

Polícia desarticula quadrilha que roubava carros em Manaus; na ação, um foi morto e outro ferido

O trio foi autuado por roubo majorado tentado e associação criminosa - foto: divulgação

O trio foi autuado por roubo majorado tentado e associação criminosa – foto: divulgação

A garçonete Mônica da Silva Souza, 19, o vendedor ambulante Éverton Desidério da Rocha, 23, e o carregador Raí Gomes dos Santos, 18, foram apresentados na manhã desta terça-feira (10), na sede da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), na Zona Centro-Sul da cidade. O trio é apontado como integrante de uma quadrilha que roubava veículos em Manaus. Um dos integrantes do bando está morto.

Os três foram presos no último domingo (8), na rua Raquel, bairro Petrópolis, Zona Sul, durante uma ação conjunta entre policiais civis da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) e Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop) da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM).

De acordo com o delegado titular da Derfv, Péricles do Nascimento, a equipe da especializada recebeu a denúncia de que o trio estava se preparando para assaltar uma residência no Novo Aleixo, Zona Norte.

Os investigadores foram ao local e avistaram um veículo modelo Celta, placa OAH-6050, trafegando pela área em atitude suspeita. Ao consultarem o sistema de informações da Polícia Civil, constataram que se tratava de um carro com restrição de roubo e que a placa estava clonada.

Os policiais mandaram que o condutor do veículo parece, mas ele não obedeceu a ordem. Nesse momento, os suspeitos disparam contra a guarnição, que reagiu. Durante a troca de tiros, Raí foi baleado com dois tiros, sendo um na perna esquerda e outro no braço direito.

Ele foi socorrido e levado para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, Zona Centro-Sul e, em seguida, foi liberado e conduzido à Derfv.

Um outro rapaz identificado como Diego Nunes da Rocha, 19, foi atingido e morreu no local. Monica e Éverton não ficaram feridos.

Em depoimento, Raí relatou à polícia que, no momento da prisão, eles estavam a caminho de uma residência que pertence ao um casal de empresários, situada no bairro Novo Aleixo, onde cometeriam um roubo.

O carro em que os criminosos estavam pertence a uma professora. O veículo foi roubado no dia 19 de outubro deste ano, no conjunto Galileia, bairro Nova Cidade, Zona Norte.

A polícia ainda informou que o trio é suspeito de ter participado de um roubo na casa de uma investigadora da PC, no dia 26 de outro, também deste ano. De onde foi levada uma S10, de cor branca de placa não divulgada.

Na delegacia, foi constatado que o Éverton tinha um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas. Monica responde um processo na Justiça por tráfico de drogas e Raí também já foi preso pelo mesmo crime.

Com os suspeitos foram apreendido dois revólveres, sendo um calibre 32 e o outro 38, seis munições calibre 38 e cinco munições calibre 32.

O trio foi autuado por roubo majorado tentado e associação criminosa. Após os procedimentos, os envolvidos serão levados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.

Por Mara Magalhães

Colaborou Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir