Dia a dia

Polícia desarticula quadrilha especializada em adulteração de motos em Manaus

O grupo foi autuado em flagrante, pelos crimes de adulteração de sinal identificador de veículo automotor - foto: Ana Sena

O grupo foi autuado em flagrante, pelos crimes de adulteração de sinal identificador de veículo automotor – foto: Ana Sena

Uma quadrilha especializada em adulteração de chassis e placas de motocicletas foi apresentada na manhã desta sexta-feira (13), na sede da Delegacia Geral, na Zona oeste de Manaus.

Os presos são Paulo Sérgio de Souza Pereira, 19, Joelson Pereira Araújo, 23, Felipe Almeida dos Santos, 22, Natanael dos Santos Barbosa,23, Kezia Fernandes dos Anjos, 19, Daniel da Silva, 32, e Herico Alan Pereira de Souza, 26.

Após uma semana de investigação, o grupo foi preso na tarde dessa quinta-feira (12), em diferentes zonas da cidade. De acordo com o titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), Péricles do Nascimento, o bando foi preso após várias denúncias anônimas informando a prática dos criminosos.

O delegado ainda informou que a quadrilha alugou duas quitinetes, que eram usadas como oficina para adulterar os chassis e as placas das motocicletas.

“No momento que a equipe chegou ao local, encontrou os bandidos fazendo a adulteração de três motocicletas. O Felipe é considerado o chefe do grupo”, disse Nascimento.

Após as prisões, no momento em que retornavam para a delegacia, os policiais avistaram uma motocicleta em via pública, com suspeita de adulteração, que estava sendo conduzida por Daniel. Os policiais constataram que se tratava de um veículo roubado e levaram o rapaz para a sede da especializada.

“Os assaltantes roubavam as motos das vítimas e vendiam para o grupo pelos valores de R$ 1 mil a R$ 2 mil e depois a quadrilha vendia essas motocicletas pelo OLX”, disse o delegado a respeito de como funcionava o esquema.

Em depoimento, Daniel falou que a ele comprou a moto pelo OLX e que não sabia que o veículo era roubado. “ Eu comporei há oito meses essa moto pelo OLX, sempre passei em blitz e nunca fui parado, agora que descobri que é roubada”, falou o homem.

Com os suspeitos foram aprendidos kit’s de remarcação de chassi, serra, lima, várias placas, tinta automotiva, capacetes, entres outros materiais.

O grupo foi autuado em flagrante, pelos crimes de adulteração de sinal identificador de veículo automotor, uso de documento falso, associação criminosa e receptação qualificada.
Após os procedimentos serão os homens serão levados para na Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.

Mulher será encaminhada ao Centro de Detenção Provisório Feminino (CDPF) situado no quilometro 8 da BR-174.

Por Mara Magalhães

Com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir