Dia a dia

Polícia Civil cumpre 35 mandados de prisão em Manaus

As ações resultaram nas prisões de 31 pessoas - foto: divulgação/Polícia Civil

As ações resultaram nas prisões de 31 pessoas – foto: divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil deflagrou durante dois dias na manhã de quarta-feira (8), e nesta quinta-feira (9), as operações ‘Cumpra seu dever 2’ e ‘Não a Violência Doméstica’. As ações resultaram nas prisões de 31 pessoas em cumprimento a mandados em aberto por pensão alimentícia e três por violência doméstica.

As ações contam com apoio Delegado-Geral da instituição, Francisco Sobrinho, e coordenação do diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM) da Delegacia Geral, delegado Geraldo Eloi, e do delegado titular da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECP), Antônio Rondon Jr.

Durante a ação, um cabo da Polícia Militar, de 37 anos, foi preso em cumprimento a mandado de prisão por homicídio, expedido pela 2ª Vara do Tribunal do Júri. Ele foi interceptado na Rua Doutor Martins, beco Santo Antônio, bairro Morro da Liberdade, Zona Sul. Após os procedimentos legais, ele será levado ao Batalhão de Guarda da PM, na zona Norte.

De acordo com o delegado Geraldo Eloi, vinte e sete policiais civis foram mobilizados para atuarem nas diligências. Os trabalhos foram desencadeados em distintas zonas da cidade e contaram com o apoio de oficiais de Justiça cedidos pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM).

“Participaram da iniciativa policiais da Polinter, do DPM, do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), além de servidores lotados nas Delegacias Especializadas em Ordem Política e Social (Deops), em Acidentes de Trânsito (Deat), em Crimes contra a Fazenda Pública Estadual (DECCFPE), em Crimes contra a Mulher (DECCM), em Homicídios e Sequestros (DEHS), em Crimes contra o Meio Ambiente  e Urbanismo (Dema), em Crimes contra o Idoso (DECCI), em Crimes contra o Turista (DECCT) e em Combate ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS)”, informou Eloi.

Conforme o delegado Antônio Rondon Jr., as operações tiveram por objetivo o cumprimento de cem mandados de prisão por falta de pagamento de pensão alimentícia e dez mandados por violência doméstica, expedidos desde 2013 até o ano corrente. Os valores devidos variam de um salário mínimo a R$ 50 mil.

O titular da DECP afirmou que será dado um prazo para que os presos por pensão alimentícia possam efetuar os pagamentos relacionados à dívida.  Caso não consigam quitá-la, serão recolhidos à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa.

“Essa operação possui cunho pedagógico. A intenção não é privar a liberdade do inadimplente, mas apenas resguardar o direito da criança. Eles podem regularizar todo o débito ou pelo menos quitar três parcelas atrasadas para serem soltos”, explicou Rondon.

A autoridade policial ressaltou que três homens foram presos por violência doméstica. “Manoel de Jesus Muniz Prazeres, 52, foi preso hoje na Rua Vassoura, Comunidade Val Paraíso, bairro Jorge Teixeira, zona Leste. Alessandro Vieira Adão, 35, e Chrisley Oliveira da Rocha, 26, foram presos ontem, respectivamente na Avenida Cosme Ferreira, bairro Colônia Antônio Aleixo, zona Leste, e na Rua Rosa de Maio, Comunidade José Bonifácio, Colônia Santo Antônio, zona Norte. Esses dois últimos já foram recolhidos à cadeia pública”, informou Rondon.

Operação ‘Cumpra seu dever’

A primeira edição da operação ‘Cumpra seu dever’ foi deflagrada no dia 15 de dezembro de 2015. Os mandados eram referentes aos anos de 2014 e 2015. No total foram presas 46 pessoas, sendo 43 homens e três mulheres. A ação ocorreu nos bairros Cidade Nova, Cidade de Deus, Nova Cidade, Monte das Oliveiras, Novo Aleixo, Tancredo Neves e Jorge Teixeira. Todos em Manaus.

 

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir