Sem categoria

Policia Civil apreende aparelhos na casa de ativista que jogou dinheiro em José Melo

Foram apreendidos um computador e dois celulares na residência dele, situada no bairro Amazonino Mendes, na Zona Leste - foto: divulgação

Foram apreendidos um computador e dois celulares na residência de Hinaldo, situada no bairro Amazonino Mendes, na Zona Leste – foto: divulgação

Um mandado de busca e apreensão foi realizado na casa do ativista do movimento nacional Levante Popular da Juventude Manaus, Hinaldo Castro da Conceição, responsável por atirar notas de reais falsas em cima do governador José Melo em cerimônia na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), no último dia 1º de fevereiro. O fato ocorreu durante início da manhã deste sábado (6).

Foram apreendidos um computador e dois celulares na residência dele, situada no bairro Amazonino Mendes, na Zona Leste. “Eu estava dormindo por volta das 7h30 quando minha mãe me acordou dizendo que a polícia estava na nossa porta. Eles apresentaram o mandado de busca e apreensão e levaram meu computador particular, meu celular e o do meu irmão. Só não entendi porque do meu irmão sendo que ele não tem ligação nenhuma com o movimento”, explicou.

O mandado de busca e apreensão foi expedido pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior, da 4ª vara criminal, nesta sexta-feira (5), com a justificativa de acrescentar provas ao inquérito policial. Além da apreensão o juiz efetuou a quebra de sigilo telefônico.

O ativista confirmou que na próxima quarta-feira (10), ele estará na sede da Delegacia Geral de Polícia Civil para prestar depoimento sobre o caso às 15h. O rapaz contará com a presença de amigos, advogados de defesa, membros dos movimentos levante popular prestando apoio.

Por Joandres Xavier

1 Comment

1 Comment

  1. nilson

    6 de fevereiro de 2016 at 20:32

    Ser foser um bandido a justica ja mandava souta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir