Holofotes

Polícia ainda não ouviu suspeitos por injúrias raciais contra Taís Araújo

Um mês após a atriz Taís Araújo registrar uma denúncia por insultos racistas sofridos em sua página no Facebook, nenhum suspeito foi ouvido pela Polícia Civil do Rio.

No dia 31 de outubro, uma foto da atriz, postada há um mês na rede social, recebeu diversos comentários racistas.

Somente no dia 4 de novembro a atriz foi à DRCI (Delegacia de Repressão a Crimes de Informática) para prestar depoimento e registrar o caso.

Desde então, a DRCI identificou 70 perfis na rede social que teriam feitos as postagens discriminatórias. A polícia solicitou ao Facebook informações sobre os usuários.

Os responsáveis pelas ofensas, no entanto, ainda não foram ouvidos, segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil. O órgão também não informou se recebeu todas os dados solicitados.

Por meio de nota, a polícia afirmou que as investigações sobre o caso continuam.

“De acordo com informações da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), as investigações estão em andamento. Agentes estão em diligências na busca de informações que possam ajudar no caso”, diz o comunicado.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir