Sem categoria

PMN anuncia Chico Preto pré-candidato a prefeitura de Manaus

O  nome de Chico Preto foi definido nessa segunda-feira (7), durante reunião da executiva municipal do Partido da Mobilização Nacional (PMN) - foto: arquivo EM TEMPO

O nome de Chico Preto foi definido nessa segunda-feira (7), durante reunião da executiva municipal do Partido da Mobilização Nacional (PMN) – foto: arquivo EM TEMPO

O ex-deputado estadual Chico Preto (PMN) vai disputar a Prefeitura de Manaus nas eleições do próximo ano. Seu nome foi definido nessa segunda-feira (7), durante reunião da executiva municipal do Partido da Mobilização Nacional (PMN), que teve ainda outros três pré-candidatos internos. Chico Preto disputou o governo do Estado nas eleições de 2014, ficando em quarto lugar no pleito, com 29.499 votos, o equivalente a 1,8% dos votos válidos.

Segundo o presidente da executiva municipal, Sirlam Cohen, em reunião com todos os pré-candidatos lançados internamente na legenda, o PMN chegou ao consenso de que precisava virar o ano com um nome definido. “Todos concordaram pelo nome do Chico Preto, pela sua densidade política e a sua experiência nesse campo”, afirmou o dirigente.

Chico Preto, que vinha se mantendo fora da discussão sobre candidatura, disse que a partir de agora trabalhará como pré-candidato por conta da responsabilidade dada a ele pela executiva municipal. “Ainda que eu seja presidente da executiva estadual, a decisão foi tomada pela municipal. Nós já vínhamos discutindo Manaus e agora só vamos incorporar essa missão nessa caminhada”, afirmou o pré-candidato.

Durante a composição de quadros em Manaus, o PMN tinha como pré-candidatos o economista Armínio Pontes, o empresário e coordenador estadual do movimento ‘Vem Pra Rua’, Bruno Rafael, e o acadêmico de medicina Fred Dangelo Valente. Com essa formação, o partido, que saiu da eleição para governo do Estado, no ano passado, com apenas nove candidatos entre deputados estaduais e deputados federais, agora conta com 90 pré-candidatos aos cargos proporcionais, somente em Manaus, entre eles 20 mulheres. Desse total serão escolhidos internamente os 61 candidatos do partido a vereador.

De acordo com Sirlam, com esse quadro na composição proporcional, o PMN decidiu por não fechar aliança com outros partidos. Mas, no majoritário, o partido já começou a dialogar com outras legendas como a Rede Sustentabilidade (Rede), que tem entre os seus nomes em Manaus o deputado estadual Luiz Castro, o PSB cujo presidente do diretório municipal é o vereador Marcelo Serafim, e o PPL. “É claro que estamos abertos a mais legendas que somem ao nosso projeto político para a cidade de Manaus”, salientou.

Interior

O PMN, segundo Chico Preto, conta com 55 executivas municipais instaladas no interior do Amazonas e que todas trabalham para lançar candidatos proporcionais com objetivo de eleger pelo menos um vereador em cada um dos municípios em que o partido tem presença.

Na disputa majoritária no interior, ele contou que o PMN tem confirmado a pré-candidatura em municípios como Rio Preto da Eva, Coari, Nhamundá e possivelmente em Parintins.

“As executivas municipais no interior do Amazonas estão em pleno funcionamento. Alguns mais avançados que outros, mas todos com a meta de compor quadros e lançar candidatos”, explicou.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir