/* */
Dia a dia

PM resgata macaco-de-cheiro em Humaitá

 

A polícia suspeita que o macaco estava sendo mantido em cativeiro – Divulgação/PM

Na manhã desta quinta-feira (20), policiais militares do 4°BPM, especializados na preservação da ordem pública e crimes ambientais, foram acionados pela central de ocorrência (190) em Humaitá, sul do Amazonas, para resgatar um espécie de primata em um conjunto habitacional a 6 Km da área central.

De acordo com os policiais, o macaco-de-cheiro foi achado no conjunto Rio Madeira, no Km 6 da BR- 230, sentido Humaitá- Porto Velho.

“Um policial militar a paisana foi verificar o comportamento estranho dos cachorros que latiam muito, quando se deparou com o macaco. Ele acionou imediatamente uma guarnição de serviço para os procedimentos cabíveis”, finalizou.

A polícia suspeita que o macaco estava sendo mantido em cativeiro devido ao comportamento dócil apresentando com os humanos.

Diante dos fatos, o primata foi entregue aos cuidados do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Espécie

O macaco-de-cheiro (Saimiri sciureus ), também chamado boca-preta, jurupari e jurupixuna, é uma espécie de pequeno macaco diurno, medindo cerca de 30 cm de comprimento, natural da região amazônica. Tais macacos possuem as partes superiores cinza-oliváceas, com o alto da cabeça negro ou cinza, focinho negro e região ao redor dos olhos branca.

Denúncias

Mais informações e sugestões podem ser feitas diretamente ao Comandante 4ª BPM, major PM Luzeiro, no telefone (97) 3373 2018, ou diretamente no endereço da Unidade Policial, situada na rua das Flores, nº 1391, bairro São Cristovão, ou ainda através do telefone Linha Direta (97)3373 3637.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir