Eleições 2016

PM emprega efetivo de seis mil homens na capital e interior nas eleições 2016

O policiamento na cidade terá aproximadamente cinco mil policiais militares e envolve todas as tropas operacionais - foto Divulgacão

O policiamento na cidade terá aproximadamente cinco mil policiais militares e envolve todas as tropas operacionais – foto Divulgacão

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) continua executando o plano de operação para as eleições municipais deste ano. Na capital, foi montado, na sede do Comando Geral da instituição, na rua Benjamin Constant, Nº 316, bairro Petrópolis, zona Sul de Manaus, um Centro de Comando de Operação (CCOP) para monitorar as ações desempenhadas pela instituição no dia do pleito.

Segundo o comandante geral da PMAM, coronel Augusto Sérgio Farias Pereira, o centro dará suporte aos grandes comandos que estarão com a tropa nas ruas.

“Essa é uma ação que envolve todos os órgãos do sistema de segurança pública. Estamos trabalhando em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral e com as Forças Armadas. Vamos executar um plano similar ao do pleito de 2014, um modelo eficiente, visando garantir a segurança das pessoas que participarão do pleito, a segurança dos locais de votação e urnas do TRE’’, concluiu o comandante.

Manaus

Na capital são 438 locais de votação. A polícia militar será responsável por 207 desses locais que ficam nas zonas Sul, Centro-Sul, Oeste e Centro-Oeste. O Exército ficará responsável por 231 locais de votação que compreende as zonas Norte, Leste e parte da Centro-Oeste.

O policiamento na cidade terá aproximadamente cinco mil policiais militares e envolve todas as tropas operacionais subordinadas aos Comandos de Policiamento Metropolitano (CPM), Policiamento Especializado (CPE), Policiamento Ambiental (CPAmb) e do Interior (CPI). Haverá também o emprego de outros batalhões, como as Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), Cavalaria, Batalhão de Choque, Marte e Força Tática.

Interior

A Polícia Militar já enviou para todos os 61 municípios do estado do Amazonas, aproximadamente 1.100 homens que devem se unir ao efetivo já fixado nesses locais, reforçando o policiamento.

O subcomandante geral da PMAM, coronel Euler Cordeiro, explica que a instituição está atuando conforme a demanda solicitada pelo TRE.

“Todos os municípios do estado estão recebendo reforço. As demandas solicitadas são um resultado do acompanhamento junto aos juízes eleitorais de cada comarca responsável por presidir o pleito. Nos casos de crimes eleitorais ou de outra natureza, a tropa agirá conforme a lei e o regulamento da instituição”, finalizou o subcomandante.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir