Política

Plano Estadual de Educação segue para tramitação na Casa Civil e Aleam

O objetivo do Plano, conforme o Fórum Estadual, é servir como parâmetro para o planejamento de ações e serviços a serem executados por todas as instâncias responsáveis pela educação no Estado - foto: divulgação

O objetivo do Plano, conforme o Fórum Estadual, é servir como parâmetro para o planejamento de ações e serviços a serem executados por todas as instâncias responsáveis pela educação no Estado – foto: divulgação

O Fórum Estadual de Educação (FEE) protocolou nesta sexta-feira (12) junto à Casa Civil do Estado o documento final que compõe o Plano Estadual de Educação do Amazonas. Após tramitação na instância governamental, conforme exigência legal, o Plano seguirá para análise, votação e conseguinte aprovação da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), onde em seguida entrará em vigência na forma da lei.

Fruto da participação popular, o documento final que resultará no Plano Estadual de Educação indica 22 metas educacionais que devem ser adotadas no Amazonas para a próxima década.

O objetivo do Plano, conforme o Fórum Estadual, é servir como parâmetro para o planejamento de ações e serviços a serem executados por todas as instâncias responsáveis pela educação no Estado, de modo a impulsionar, nos próximos dez anos, a qualidade do ensino regional.

Durante a reunião, o secretário de Educação e presidente do FEE, Rossieli Soares da Silva, destacou a contribuição popular na construção do documento final.

“Este documento final que hoje protocolamos foi precedido de uma ampla discussão que envolveu a participação democrática de centenas de pessoas no processo decisório. O resultado é um documento consistente indicando diretrizes que vão ao encontro das reais necessidades da população amazonense”, indicou Rossieli Soares.

Além das conferências municipais que foram realizadas em mais de 30 localidades do Amazonas, o presidente do fórum, destacou três importantes oportunidades de discussão e coleta de opiniões no processo de elaboração do documento-final do Plano.

“Destacamos a consulta pública com a qual no período de 13 a 23 de maio disponibilizamos um portal na internet para que as pessoas conhecessem as metas do plano e enviassem sugestões de estratégias para atingi-las; destacamos a audiência pública que contou coma participação de aproximadamente mil pessoas no último dia 29 de maio do Studio 5 (em Manaus) e também destacamos o ‘Dia D’ de estudo e discussão do Plano, realizado no dia 19 de maio e no qual todas as 586 escolas estaduais receberam suas comunidades para apresentar o documento-base, debater as metas propostas e coletar sugestões”, citou Rossieli Soares da Silva.

 

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir