Sem categoria

PIM fatura R$ 43,8 bilhões entre janeiro e julho de 2015

A queda no faturamento global do PIM está ligada principalmente ao desempenho do setor eletroeletrônico – foto: arquivo EM TEMPO

A queda no faturamento global do PIM está ligada principalmente ao desempenho do setor eletroeletrônico – foto: arquivo EM TEMPO

O Polo Industrial de Manaus (PIM) iniciou o segundo semestre com faturamento de R$ 6,051 bilhões (US$ 1.877 bilhão) no mês de julho, o que representa um decréscimo de 7% (35,81% em dólar) em relação ao mesmo mês do ano passado.

No acumulado dos sete primeiros meses de 2015, o faturamento do PIM foi de R$ 43,883 bilhões (US$ 14.675 bilhões), o que indica uma queda de 8,21% (29,81% nos valores em dólar) na comparação com o período de janeiro a julho de 2014.

A queda no faturamento global do PIM está ligada principalmente ao desempenho do setor eletroeletrônico (inclusive Bens de Informática), o qual responde, tradicionalmente, por cerca de 40% dos níveis de faturamento, investimento e empregos no Polo.

Entre janeiro e julho de 2015, o segmento registrou faturamento de R$ 20,146 bilhões, o que representa diminuição de 16,9% em relação ao mesmo período de 2014 (R$ 24,246 bilhões). Na comparação do acumulado dos sete primeiros meses deste ano com o mesmo período do ano passado, o Polo Eletroeletrônico também apresentou diminuição na produção de seus itens mais representativos, como tablets (queda de 74,42%), telefones celulares (queda de 32,72%) e televisores com tela de cristal líquido (queda de 28,14%).

Outros setores representativos do PIM, no entanto, apresentaram resultados positivos no acumulado de janeiro a julho de 2015. Casos do Polo de Duas Rodas (faturamento de R$ 7,815 bilhões e crescimento de 0,85%), Relojoeiro (faturamento de R$ 714,758 milhões e crescimento de 4,93%) e Químico (faturamento de 5,88 bilhões e crescimento de 5,01%).

Entre os principais produtos fabricados no PIM, o maior destaque no acumulado dos sete primeiros meses de 2015 foram os aparelhos condicionadores de ar. A produção de 1.991.404 unidades de condicionadores do tipo split system e de 463.468 unidades de condicionadores do tipo janela representou crescimentos de 6,95% e 33,84%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2014.

Empregos

A mão de obra empregada do PIM totalizou, em julho, 101.593 trabalhadores, entre temporários, terceirizados e efetivos. O indicador apresenta queda de 2,76% em relação ao mês imediatamente anterior (104.473 trabalhadores) e de 15,26% em relação a julho de 2014 (119.891 trabalhadores). Com os resultados apurados em julho, a média mensal de mão de obra do PIM em 2015 ficou ajustada em 110.513 trabalhadores, o que representa queda de 10,79% em relação à média mensal de trabalhadores em igual período do ano passado (123.886 trabalhadores).

Com informações da assessoria de comunicação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir