Sem categoria

PIM demite em massa, mas centenas ainda disputam uma vaga na indústria

Agência de recrutamento não divulgou o número de vagas, mas registrou uma fila gigante de candidatos a uma vaga na indústria incentivada de Manaus, na manhã desta segunda (11) – foto: Ione Moreno

Agência de recrutamento não divulgou o número de vagas, mas registrou uma fila gigante de candidatos a uma vaga na indústria incentivada de Manaus, na manhã desta segunda (11) – foto: Ione Moreno

Centenas de pessoas madrugaram nesta segunda (11) em frente ao RH Desafio, situado na rua Borba, bairro Cachoeirinha, na Zona Sul de Manaus, na esperança de conseguir uma vaga de emprego.

Enquanto uma dezena de empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) estão demitindo funcionários e dando férias coletivas, outras começaram a contratar por meio da agência de recrutamento, responsável pela seleção dos trabalhadores, que não divulgou o número de vagas.

Cláudia Batista, 31, foi em busca da vaga de auxiliar de produção. Ela relatou que chegou ao local por volta de 7h, conseguiu entregar o currículo, mas não teve nenhum retorno.

“Eu soube que o RH Desafio estava selecionando para emprego por um grupo do Whatsapp. Eu cheguei de manhã cedo, mas teve diversas pessoas que dormiram na frente do RH”, comentou.

Beth Matos, 25, também chegou por volta de 7h no RH Desafio, quando a fila estava enorme. Mesmo assim, ela conseguiu entregar o currículo e ficou na torcida para ser uma das selecionadas. “Uma amiga me disse sobre o processo de seleção e eu vim tentar a sorte. Estou à procura do primeiro emprego que pode ser em qualquer área”, declarou.

Keila Santos, 24, foi outra que chegou cedo ao RH na tentativa de conseguir um emprego. Ela revelou que, desde o último dia 7, vai à agência de recrutamento, mas ainda não obteve nenhum retorno.

“Eles disseram que era para trazer todos os documentos para participar da seleção. Cheguei aqui de manhã cedo e até agora [14h15] nada”, afirmou.

Vagas preenchidas

A selecionadora do RH Desafio, Paula Uchôa, informou que as vagas para auxiliar de produção e operador de máquina já foram todas preenchidas. Segundo ela, os postos eram para a fábrica Transire Fabricação de Componentes Eletrônicos LTDA, localizada no PIM.

“As maquinetas de cartão de crédito antigas vão ser substituídas e essa empresa é a única em Manaus que fabrica as novas máquinas. Por isso ela estava contratando”, revelou.

Paula declarou que o processo de seleção acontece há duas semanas e além da Transire, fábricas como da Tectoy e da Gradiente também estavam contratando. Ela ressaltou que a onda de férias coletivas não está atingindo essas empresas do segmento eletrônico, porém, não há mais vagas em aberto.

“O que nós podemos fazer é pegar os currículos das pessoas que nos procuram e cadastrar no banco de espera. Quando as empresas tiveram contratando novamente os encaixaremos”, frisou.

Na contramão das contratações, o Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), estima que aproximadamente 8.000 trabalhadores do Polo Industrial da capital entrarão em férias coletivas entre os meses de maio e junho.

Por Silane Souza (Jornal EM TEMPO)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir