Dia a dia

PF impede o envio de mais de 250 kg de drogas pelo aeroporto Eduardo Gomes

Em menos de 15 dias, a Polícia Federal (PF) apreendeu mais de 250 quilos de drogas e prendeu 25 pessoas durante as fiscalizações realizadas no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, na Zona Oeste de Manaus. O balanço foi divulgado nesta sexta-feira (19) pela delegacia de imigração da PF.

As apreensões ocorreram no período entre o dia 5 e esta sexta-feira (19), quando um homem foi preso com 11 quilos de maconha tipo skunk tentando embarcar em um dos vôos da madrugada que seguiria para o Rio de Janeiro (RJ).

Durante a divulgação do balanço, a PF fez uma demonstração de como ocorre as fiscalizações feitas pelos cães farejadores. Foram colocadas várias malas sem nenhum tipo de entorpecente e uma com droga. O cachorro cheirou todas as bagagens e parou perto de uma mochila preta, onde estava o entorpecente.

De acordo com o delegado federal, Pablo Oliva, chefe da Delegacia de Imigração da PF, as apreensões cresceram nos últimos meses no aeroporto, após a PF fazer várias outras apreensões nos rios do Amazonas.

           Passageiros suspeitos são monitorados desde a chegada ao aeroporto – Fotos: Mara Magalhães

“Devido as grandes apreensões no interior, a gente imaginou que a criminalidade iria migrar para tentar levar essas drogas de maneira diferente para outros Estado e para fora do Brasil, e essa migração veio para o aeroporto. Reforçamos os efetivos, os equipamentos, colocamos cães farejadores e aumentamos os mecanismos de segurança eletrônica também. Com isso, nos últimos 15 dias apreendemos 253kg de drogas e fizemos 25 prisões”, contabilizou o delegado.

Segundo a PF, o principal entorpecente apreendido no aeroporto é a maconha tipo skunk. Dos 253 quilos apreendidos nos últimos dias apenas três são de cocaína, o restante é a “super maconha”. Os destinos mais procurados pelos criminosos são Rio de Janeiro, Curitiba, São Paulo e Brasília.

Estrutura

Os agentes federais no aeroporto contam com a ajuda de vários equipamentos eletrônicos que auxiliam nas fiscalizações. Um deles é o Bodyscan, que é um equipamento de raio-x humano. Ele consegue detectar até droga dentro do intestino. Além de Manaus, apenas outros quatro aeroportos do país tem o equipamento.

                              Todas as malhas passam por um raio-x antes de irem para o avião

Há ainda no aeroporto uma fiscalização pelo Sistema Automático de Inspeção de Bagagens (EDS), que faz o monitoramento das malas dos passageiros. Segundo a PF, todas as bagagens passam por esse equipamento.

Um outro recurso que auxilia as fiscalizações é o Detector de Traços Orgânicos e Explosivos (ETD), que chegou no aeroporto em 2014 para ser utilizado na Copa do Mundo. O ETD consegue detectar objetos explosivos, como bombas e granadas.

O aeroporto também conta com o monitoramento de 340 câmeras de segurança. Qualquer movimentação suspeita os policiais entram em ação.

“Primeiro fazemos o monitoramento. Exemplo: uma pessoa que compra uma passagem só ida ou que viaja com frequência em curtos prazos são perfis considerados suspeitos. A partir daí solicitamos da companhia aérea a lista dos passageiros, se ele estiver com bagagem fazemos a fiscalização na mala. Quando está perto do voo decolar, entramos no avião e fazemos a detenção, trazemos ele ou ela para um local reservado e mandamos abrir a bagagem. Caso o suspeito não esteja com nenhuma mala, aí mandamos ele passar no Bodyscan”, explicou o agente federal. O agente federal Ricardo Almeida.

                                     Até cães farejadores vistoriam as bagagens despachadas

Perfil

O delegado Pablo Oliva contou que a maioria das pessoas presas com entorpecentes tem idades entre 18 e 25 anos. Ele afirma que as fiscalizações irão continuar.

“O que nos surpreende é que a maioria dos presos tem entre 18 e 25 anos. Tem casos que o suspeito consegue embarcar com o entorpecente, mas assim que ele chega no destino é preso, pois passamos o alerta para os outros Estados”, explicou Oliva.

 

Mara Magalhães
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir