Política

PF diz que gravou Lula após decisão de encerrar escuta e responsabiliza Moro

Em nota, a Polícia Federal admitiu que gravou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversando com a presidente Dilma Rousseff após a decisão do juiz Sérgio Moro de interromper a interceptação telefônica.

A PF afirma que “a interrupção de interceptações telefônicas é realizada pelas próprias empresas de telefonia móvel”. “Após o recebimento de notificação da decisão judicial, a PF imediatamente comunicou a companhia telefônica”, diz a nota sem informar que horário isso ocorreu.

Ainda de acordo com a PF, “até o cumprimento da decisão judicial pela companhia telefônica, foram interceptadas algumas ligações”.

A nota responsabiliza do uso dessas interceptações ao juiz do processo, Sergio Moro. “Encerrado efetivamente o sinal pela companhia, foi elaborado o respectivo relatório e encaminhado ao juízo competente, a quem cabe decidir sobre a sua utilização no processo”.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir