País

PF desarticula quadrilha que atuava com TV por assinatura clandestina

A Polícia Federal deflagrou uma operação nesta terça-feira para combater uma quadrilha responsável por uma TV a cabo pirata com mais de 10 mil clientes em 16 estados.

Estão sendo cumpridos nove mandados de prisão e 34 de busca e apreensão no Rio Grande Sul, Paraná, em São Paulo e Goiás.

Os policiais também estão realizando diligências num país europeu, não divulgado, onde há suspeitas de que a organização criminosa também atuava.

Parte da quadrilha era responsável por distribuir equipamentos importados usados na transmissão do sinal e das chaves de acesso à TV clandestina.

O grupo oferecia canais fechados por preços mais baratos do que os encontrados no mercado formal.

A operação, batizada de Fake Sat, foi deflagrada após nove meses de investigação, que teve início a partir de denúncias anônimas recebidas pela PF.

Os policiais apuram, desde janeiro deste ano, práticas de contrabando e descaminho de equipamentos que captam sinais de canais de TV por assinatura.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir