País

PF desarticula organização suspeita de desviar ao menos R$ 57 milhões do Fundeb

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (13) uma operação para desarticular uma organização criminosa acusada de desviar recursos públicos destinados ao Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

De acordo com a PF, a organização forjava licitações, em conluio com agentes públicos e mediante o pagamento de propina, para desviar recursos federais do Fundeb. A PF estima em aproximadamente R$ 57 milhões os prejuízos causados pela organização.

A polícia cumpre 96 mandados de busca e apreensão e 4 mandados de prisão preventiva no Distrito Federal e nos Estados da Bahia, Minas Gerais e São Paulo. Ao todo, 450 policiais participam da Operação Águia de Haia.

A investigação da polícia apontou que a organização começou os desvios em 2009 no Estado de São Paulo, depois migrou para Minas Gerais e, em 2010, estabeleceu a base principal de atuação na Bahia. Ao todo, 20 municípios participaram desses desvios: 18 na Bahia, um em Minas Gerias e um em São Paulo.

Os responsáveis pelas fraudes, segundo a polícia, serão indiciados por crimes licitatórios, corrupção ativa e passiva e formação de quadrilha, entre outros delitos.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir