Dia a dia

PF-AM retira de avião homem suspeito de fumar no banheiro da aeronave

Um homem que não teve a identidade divulgada, foi retirado em ‘desembarque compulsório’ por fumar dentro de uma aeronave da companhia Azul, que vinha de São Paulo para Manaus. O fato ocorreu por volta de 1h desta sexta-feira (6), quando o avião pousou no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. A Polícia Federal foi acionada para realizar a retirada do passageiro pelo comandante do voo.

De acordo com informações da Polícia Federal, o homem foi flagrado fumando dentro de um dos banheiros da aeronave. O comandante foi avisado e solicitou, junto à PF, que o mesmo fosse retirado do voo quando chegasse em Manaus. O destino final do avião era a cidade de Porto Velho, em Rondônia. Ao contrário do que muitas pessoas pensavam no aeroporto, não se trata de envolvimento com tráfico ou crimes a fins. Com a chegada do avião, os policias federais o levaram até o saguão do Eduardo Gomes, onde o homem decidiria o que fazer em seguida. Mas não iria continuar dentro do mesmo voo.

Depois de ser surpreendido, o homem entregou o material de fumo para a comissária de bordo. A PF esclareceu que a retirada não se caracteriza como prisão, levando em conta que testemunhas, no avião, não quiseram falar sobre o caso e o passageiro não tinha conhecimentos do risco de fumar em voo. O homem é natural de Minas Gerais e nunca tinha saído do interior do Estado, sendo esse o primeiro voo dele.

A PF informou ainda que o procedimento de ‘desembarque compulsório’ é realizado sempre que algo ou alguém oferece risco à segurança do voo, sendo necessário que o comandante da aeronave assine um documento solicitando que o elemento de risco seja retirado. A PF não deu procedimento à ocorrência por falta de testemunhas e o homem foi liberado. O passageiro deveria renegociar com a Azul, como iria sair de Manaus.

Por Joandres Xavier

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir