Economia

Petrobras anuncia redução de até R$ 0,88 no preço do gás de cozinha

Os novos preços entram em vigor nesta quarta (5) – Divulgação/Agência Brasil

A Petrobras anunciou nesta terça-feira (4) a redução do preço do gás de cozinha em 4,5%. Se o repasse for integral, o preço do botijão cairá 1,5%, ou R$ 0,88. Os novos preços entram em vigor nesta quarta (5), conforme previsto pela nova política da companhia para o combustível. A novidade alegrou alguns consumidores e empresários em Manaus, que poderão economizar até R$ 17 neste mês.

A empresária Fabíola Souza, dona de uma lanchonete no bairro Vila da Prata, Zona Oeste de Manaus, comemorou a novidade na redução no preço do gás. “Compro gás de duas empresas e uma é mais cara que a outra. Só compro na cara quando na mais barata não tem disponível. Se essa redução de até R$ 0,88 entrar em vigor, vou ter uma economia de até R$ 17,06 no fim do mês, pois no meu local de trabalho são gastos até cinco botijas por semana”, disse.

O anúncio alegrou alguns consumidores em Manaus

Leia também: E o preço da gasolina? Petrobras anuncia aumento

Já a dona de casa, Sílvia Freitas, 59, casada e mãe de quatro filhos, explicou que a economia pode chegar até R$ 15 neste mês. Gasto em média três botijas por semana, pois além de cozinhar para o marido e filhos, ainda preparo comida para revender, pois trabalho com refeição. Essa economia de R$ 15 por mês é muito positiva para mim, pois dá para comprar um frango”, brincou a dona de casa.

O corte anunciado nesta terça será aplicado no gás liquefeito de petróleo (GLP) vendido em botijões de 13 quilos, mais consumido em residências, que passou a ser ajustado uma vez por mês, segundo política anunciada pela companhia no início de junho. No mês passado, a empresa havia aumentado o preço do produto em 6,7%.

Na segunda-feira (3), a companhia anunciou um corte de 5% no preço do GLP vendido em vasilhames maiores, mais usados por consumidores industriais e comerciais. Os dois produtos têm preços diferentes desde 2003, quando o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) definiu que o gás vendido a residências deveria ser mais barato do que o combustível vendido a indústria e comércio.

A nova política de preços para o gás de botijão anunciada pela Petrobras passou a vigorar em maio com reajuste uma vez por mês, assim como já funciona com a gasolina e o diesel desde o fim de 2016.

Isac Sharlon
EM TEMPO

Com informações da FolhaPress

Leia mais:

Operação flagra comércios vendendo gás de cozinha de forma irregular em Manaus

Petrobras reajusta gás de botijão em 6,7%; preço será revisado todo mês

Batalhão Ambiental apreende embarcação com 200 botijas de gás de cozinha

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir