Dia a dia

Pessoas com deficiência terão atendimento diferenciado na Arena da Amazônia durante os Jogos Olímpicos

Os veículos especiais sairão da garagem da Aleam até a entrada principal do portão D da Arena da Amazônia – foto: divulgação/Aleam

Os veículos especiais sairão da garagem da Aleam até a entrada principal do portão D da Arena da Amazônia – foto: divulgação/Aleam

A Arena da Amazônia está preparada para receber pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Prefeitura de Manaus e governo do Estado irão oferecer transporte especial até o estádio para este público, por meio de uma parceria entre a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped).

Os veículos especiais sairão da garagem da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na avenida Mário Ypiranga, até a entrada principal do portão D da Arena da Amazônia. O transporte será realizado por micro-ônibus do serviço Transporta, dotados de plataforma elevatória e ar condicionado, proporcionando maior conforto aos usuários.

Em outra parceria da Seped com o Comitê Manaus 2016, a Ordem dos Advogados dos Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM) e o Instituto de Tecnologia Manaós (ITMBr), pessoas com deficiência terão à disposição o aplicativo móvel ‘Cidadão Olímpico’ que oferece localização de áreas de acesso especiais na cidade e na Arena da Amazônia, além de denunciar violações de direitos legais.

Dentre os serviços oferecidos pelo APP disponível no Google Play, estão guias de direitos e diretrizes, mapas específicos para PCDs, informações de acesso aos locais de partidas esportivas, além de um espaço para conhecer melhor seus direitos e realizar denúncias de casos que vão contra a legislação.

A Seped também vai disponibilizar equipe que atuará em conjunto com órgãos de proteção e defesa dos direitos do cidadão nos âmbitos municipal e estadual. A ação visa garantir a promoção, defesa, garantia de direitos e auxílio às pessoas com deficiência e também de seus acompanhantes que tenham seus direitos violados. Para garantir o amplo atendimento, serão disponibilizados ainda intérpretes de Libras (Língua Brasileira de Sinais) para pessoas surdas em todas as tendas de atendimento do Governo dentro e no entorno do estádio.

Voluntários

A Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (Aades) preparou cerca de 350 voluntários para atuar no entorno da Arena da Amazônia, Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e Lives Site durante o Torneio Olímpico em Manaus. Eles vão complementar os serviços prestados pelos voluntários selecionados pelo Comitê Rio 2016, com atendimento ao turista e ao público que participa dos eventos.

Com informações da assessoria

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir