Dia a dia

Envolvidos no assalto à joalheria são presos na Zona Sul

Bruno Matheus dos Santos Azize, 19, Igor Alexandre Alves Soares, 22, além de um adolescente de 15 anos. O trio foi localizado por uma equipe de investigadores da DERFD- foto: Henderson Martins

Bruno Matheus dos Santos Azize, 19, Igor Alexandre Alves Soares, 22, além de um adolescente de 15 anos. O trio foi localizado por uma equipe de investigadores da DERFD- foto: Henderson Martins

Pouco mais de 24 horas após o assalto à joalheria Di Donna, localizada em um shopping center, da Zona Centro-Sul, três pessoas foram presas nesta sexta-feira (24), suspeitas de envolvimento no caso. As joias roubadas não foram recuperadas. Entre os presos estão Bruno Matheus dos Santos Azize, 19; Igor Alexandre Alves Soares, 22; além de uma adolescente de 15 anos, que foi apreendida. Um quarto participante do crime, identificado apenas como ‘Felipe’ – que teria levado as joias -, e mais outras duas pessoas, cujos nomes não foram divulgados, estão foragidos.

O trio foi localizado por uma equipe de investigadores da Delegacia Especializada de Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), no bairro Petrópolis, Zona Sul, após a análise das imagens do circuito interno de segurança da loja, que auxiliaram na identificação dos suspeitos.

De acordo com o delegado titular da DERFD, Adriano Félix, a adolescente de 15 anos foi responsável por recolher as joias, enquanto Igor e Bruno, cada um em uma motocicleta, deram apoio à fuga de Felipe que entrou na loja com a adolescente e um dos comparsas. Ainda de acordo com o delegado, um sexto elemento, que está foragido também deu suporte à fuga, em um carro de características não identificadas.

“Três indivíduos adentraram no shopping e outros três aguardavam do lado de fora fazendo a retaguarda, em caso da chegada polícia. O indivíduo que estava com o Felipe e a adolescente foi quem deu o disparo, na hora da fuga, pois um segurança foi tentar impedir que eles fugissem”, explicou Adriano Félix.

Para o titular da DERFD, o assalto foi planejado, pois Igor já trabalhou no shopping center, em uma empresa terceirizada, e pode ter dado as dicas de como entrar no local e o horário da troca de segurança, para facilitar a ação.

Por Henderson Martins

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir