Cultura

Péricles fala sobre como surgiu a ideia de fazer a turnê ‘A gente faz a festa’

Em entrevista exclusiva ao jornal EM TEMPO, “Péricão”, como é chamado carinhosamente no mundo do samba, falou sobre como surgiu a ideia de fazer a turnê – foto: divulgação

Dono de uma voz inconfundível, ele fez história no grupo Exaltasamba e hoje é ícone do gênero no Brasil. Péricles escreveu os capítulos da sua carreira com muito esforço. Fez parte do Exalta de 1986 a 2012 e com o grupo gravou ao todo mais de 20 CDs e DVDs, viajando em turnês por todo o Brasil. A partir de 2012, seguiu carreira solo e começou a escrever uma nova fase na carreira.

Em entrevista exclusiva ao jornal EM TEMPO, “Péricão”, como é chamado carinhosamente no mundo do samba, falou sobre como surgiu a ideia de fazer a turnê “A gente faz a festa”. O projeto reúne no mesmo palco os ex-vocalistas do Exaltasamba e ainda músicos que marcaram a história da banda, que em 2016 celebra 30 anos.

Entre outros assuntos, Péricles fala sobre sua visão como “veterano” do samba e ainda sobre o sentimento de dividir o palco com Thiaguinho e Chrigor no “A gente faz a festa”. A turnê desembarca na capital amazonense no dia 2 de julho, no Studio 5, para um show que promete ser emocionante. Serão três horas de muita nostalgia.

Confira a entrevista:

Como você recebeu a ideia de realizar a turnê “A gente faz a festa”? Já existia essa vontade de fazer shows na companhia do Thiaguinho e Chrigor?

A ideia de fazermos esse encontro partiu de mim e do Thiaguinho. Em um almoço, conversávamos sobre a vontade de cantarmos juntos, depois de termos nossas carreiras solo já bem encaminhadas. Acrescentamos a participação do Chrigor, que prontamente aceitou, e fizemos de uma ideia um grande encontro.

Como é para você estar ao lado deles, representando uma banda que marcou não só a vida de vocês como artistas, mas também de muitos brasileiros que amam o Exalta até hoje?

É realmente impossível não se emocionar quando se está no mesmo palco que esses grandes artistas. Para mim, é como se eu ganhasse um prêmio muito impossível. Procuramos nos divertir muito e canalizar a emoção do momento para os exaltamaníacos, que nos acompanham até hoje.

Paralelo ao projeto “A gente faz a festa”, você trabalha também com o show do seu último álbum, o CD “Feito para durar”. Quais são os projetos futuros?

Creio que ainda é cedo para falar de DVD, mas espero, ainda este ano, gravar mais um CD e curtir esse lindo projeto.

Você é um dos nomes do samba que se mantêm no mercado até hoje, fazendo bastante sucesso. A que você credita tudo isso? Como você se enxerga num cenário onde atualmente surgem cada vez mais novos talentos?

Eu me vejo como um vencedor, mas mantenho os pés no chão, na certeza de que sempre estamos recomeçando, em tudo o que fizermos. Tem espaço para todo mundo, e não quero abandonar meus fãs tão cedo.

Exemplo disso é a cantora Hellen Caroline, que inclusive viaja com o projeto “A gente faz a festa” e fará a abertura do show, no dia 2 de julho, em Manaus. Como vocês descobriram esse talento?

Ela (Hellen) é um grande talento da música, que veio de reality show e que busca seu espaço na música de uma maneira muito bonita. Gosto demais de ouvi-la cantar.

Como as cidades têm recebido o projeto “A gente faz a festa”? O que o público de Manaus vai poder assistir nesse show?

Temos passado por várias cidades do Brasil e sempre vivemos muita emoção por todos os lugares. Acreditamos que em Manaus, que sempre nos recebeu muito bem, não será diferente. Viveremos momentos inesquecíveis com nossos fãs de Manaus e região. Será a primeira vez que Manaus verá, no mesmo palco, Thiaguinho, Péricles, Chrigor, Pinha e Izaias, todos juntos fazendo a festa, do jeito que o Amazonas merece.

1 Comment

1 Comment

  1. Alex

    28 de junho de 2016 at 08:39

    Ele fala como se não existisse nem theo nem brilhantina lamentável!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir