Mundo

Perícia de destroços de avião encontrados na França começa quarta-feira

Segundo informou hoje o Ministério Público francês, os peritos analisarão o fragmento, mas também outros elementos encontrados na mesma ocasião - foto: reprodução

Segundo informou hoje o Ministério Público francês, os peritos analisarão o fragmento, mas também outros elementos encontrados na mesma ocasião – foto: reprodução

A perícia dos destroços encontrados na ilha francesa de Reunião começa quarta-feira (5). O objetivo do governo da Malásia é determinar se as peças pertencem ao voo MH370, que desapareceu sem deixar vestígios em março de 2014, conforme divulgado nesta sexta-feira (31) pela justiça da França.

Esta semana foi encontrada em uma praia da ilha, no Oceano Índico, uma peça com 2 metros de comprimento, fragmento que parece ser parte de uma asa do avião da Malaysia Airlines. Segundo informou hoje o Ministério Público francês, os peritos analisarão o fragmento, mas também outros elementos encontrados na mesma ocasião.

“Pedaços de uma mala, descobertos perto dos destroços do avião, também serão encaminhados para perícia”, acrescentou o Ministério Público das França. Os destroços devem chegar à França no sábado. Não foi adiantada qualquer data para divulgação dos resultados da perícia.

Para segunda-feira (3), em Paris, está agendada uma reunião entre investigadores franceses e especialistas da Malásia, país da companhia aérea responsável pelo avião desaparecido. Um investigador malaio informou hoje que um número parcial inscrito nos destroços encontrados na ilha de Reunião confirma que o fragmento pertence a um Boeing 777, o mesmo tipo de aparelho do avião da Malaysia Airlines, desaparecido há 16 meses.

O avião, com 239 passageiros e tripulantes, desapareceu durante a noite de 8 de março de 2014, quando sobrevoava o Mar do Sul da China, depois de ter mudado de rota, quando se dirigia de Kuala Lumpur para Pequim.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir