Dia a dia

Peixeiro que costuma denunciar o tráfico no Coroado é morto ao sair de casa

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) - foto: Josemar Antunes

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) – foto: Josemar Antunes

O peixeiro Jonas da Silva Ramos, 45, foi morto com sete tiros, por volta das 5h30 desta sexta-feira (27), na rua Beira Mar, bairro Coroado, Zona Leste da cidade.

Populares informaram à polícia que a vítima estava saindo de sua residência para ir até a feira da Panair, na Zona Sul, quando foi abordada por cinco homens que o alvejaram com vários tiros.

Além dos disparos de arma de fogo, os suspeitos também agrediram Jonas e desferiram um golpe de faca em sua mão. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu. Os suspeitos fugiram sem serem identificados.

A polícia informou que o crime está relacionado com o tráfico de drogas, devido a vítima denunciar a pratica ilícita no bairro.

A enteada da vítima, identificada apenas Taiana, falou que os homens que mataram o padrasto são traficantes do beco Girau, também no Coroado. “A morte dele foi um aviso, devido as várias denuncias que ele fazia a polícia sobre o tráfico de drogas no bairro”, disse a jovem.

Ainda segundo a polícia, ao lado do corpo foram encontradas várias capsulas deflagradas de calibre 380.

O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML), onde passará por exames de necropsia.

Policiais militares realizaram buscas pela área, mas até ao momento desta publicação nenhum dos criminosos foi identificado.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Por Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir