Dia a dia

Pedreiro é assassinado por homens encapuzados que diziam ser da polícia

O crime ocorreu por volta das 23h30 na rua Severiano Nunes, no bairro Aleixo – fotos: Kattiúcia Silveira e reprodução

O crime ocorreu por volta das 23h30 na rua Severiano Nunes, no bairro Aleixo – fotos: Kattiúcia Silveira e reprodução

O pedreiro Valdeci da Silva Ferreira, 41, foi morto com dois tiros na noite deste domingo (28). O crime ocorreu por volta das 23h30 na rua Severiano Nunes, localizada no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul da capital.

De acordo com familiares três homens encapuzados em um carro modelo Honda Civic, de cor preta e de placa não identificada, efetuaram os disparos.

morto_reproducao
Ainda segundo relatos, a vítima foi alvejada com dois tiros, que atingiram o pescoço e o peito do homem.

Segundo a nora da vítima, a dona de casa Bianca Santos, 20, dois dos homens entraram na casa em falando que eram policiais e que tinham um mandato de prisão para Reilton Jonas, conhecido como ‘Ito’, sobrinho de Valdeci.

“Eles entraram, pegaram o Ito, o sacudiram falando ‘policia, policia, perdeu, perdeu’. Tentaram levá-lo, mas a mãe dele não deixou”, disse.

Ainda segundo Bianca, eles ameaçaram o filho dela de 11 meses, apontando uma arma na cabeça da criança. “Eles apontaram a arma pro meu filho, o meu sogro saiu gritando: ‘meu neto, meu neto’. Quando eles voltaram para o carro, ele foi questionar sobre o mandato de prisão e atiraram nele”.

A dona de casa relatou à reportagem do EM TEMPO Online que ‘Ito’ é usuário de drogas e “com certeza deve estar envolvido em alguma coisa para eles terem entrando assim aqui em casa”, contou.

Valdeci da Silva foi a óbito no local. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir