Política

PCdoB vai às ruas pedir votos para Eduardo Braga

Senadora do PCdoB, Vanessa Grazziotin, defende aliança em torno de Eduardo Braga – Michael Dantas

Com 25 mil filiados em todo o Estado do Amazonas, o PCdoB vai colocar sua militância nas ruas em busca de votos para a candidatura ao governo do senador Eduardo Braga (PMDB), que encabeça a coligação União pelo Amazonas juntamente com seu vice, Marcelo Ramos (PR).

Conforme o presidente estadual do PCdoB, Eron Bezerra, o partido tem realizado reuniões diárias com seus movimentos internos (juvenil, feminino, cultural e estudantil) para estruturar a participação na campanha do aliado, com quem coligou. A senadora Vanessa Grazziotin informa que estará em Manaus, a partir das quintas-feiras, para se integrar à campanha de rua.

Vanessa revela que a agenda ainda está sendo composta, mas garantiu que toda a militância e vereadores irão participar da mobilização em busca de votos para Braga e Ramos. Ao falar sobre a contribuição do fundo partidário para a campanha, ela revela que a sigla fez a solicitação e que irá contribuir. Já Eron adianta que o partido está aguardando o material de campanha para iniciar os trabalhos com a coligação.

Partido vai apoiar Braga e Ramos – Arthur Castro

Segundo ele, não haverá “meio termo” em relação ao apoio. “Vamos nos dedicar intensamente”, frisou. “Com a realização dos encontros preliminares, vamos realizar as viagens aos municípios, visitar portas de fábricas e escolas. Quando for conveniente, estaremos com Eduardo (Braga)”, afirmou.

O presidente do PCdoB justificou o apoio a Braga devido ao entendimento similar entre as legendas sobre as questões trabalhistas e falou sobre a ausência de apoio ao PT. “O PCdoB e o PT dificilmente se coligam. Isso porque as legendas têm dificuldades de entender coisas óbvias. Estamos com o Eduardo, porque ele assumiu compromisso com algumas categorias como os servidores, que estão tendo um tratamento prejudicial”, explicou, referindo-se à votação das reformas da Previdência e trabalhista no Congresso Nacional.

Para ele, outra motivação para apoiar a coligação é a vontade de trazer programas como Amazonas Rural, Pró-Rural, Feira da Expoagro e iniciativas para pequenos empreendedores que estão inseridos no programa de governo de Braga. “Temos que priorizar o setor primário”, completou.

Na opinião de Eron, o PCdoB marchar ao lado do senador dificulta a pulverização do pleito. “Neste momento, não seria mais prudente todos os partidos de oposição ao ex-governador José Melo (Pros) o derrotarem já no primeiro turno?”, questionou.

Ao falar sobre o PT, o dirigente afirma que parte da legenda, principalmente os sindicalistas, já declarou apoio a Braga. “Os sindicalistas entenderam que neste momento é preciso derrotar o inimigo principal, que são o presidente Michel Temer (PMDB) e o senador Omar Aziz (PSD). E nós temos um compromisso com o trabalhador amazonense”, concluiu.

Fabiane Morais
Em Tempo

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir