Cultura

“Partilha” é a canção vencedora do 5º Festival Amazonas de Música

Interpretada por Jackie Santos, composição de Armando de Paula e Aníbal Beça foi a escolhida na mostra competitiva do evento, na noite de sábado (27), no Teatro Amazonas – foto: divulgação

Interpretada por Jackie Santos, composição de Armando de Paula e Aníbal Beça foi a escolhida na mostra competitiva do evento, na noite de sábado (27), no Teatro Amazonas – foto: divulgação

A canção “Partilha”, composta por Armando de Paula com Aníbal Beça e interpretada por Jackie Santos, foi a grande vencedora da mostra competitiva do Festival Amazonas de Música, que terminou na noite do último sábado (27), no Teatro Amazonas.

No mesmo dia, o município de Itapiranga (a 227 quilômetros de Manaus) foi o sorteado para sediar a 6ª edição do Festival, que será realizado ano que vem.

No ano passado o festival aconteceu em Parintins (distante 369 quilômetros da capital). O Festival Amazonas de Música e todas as atividades do evento são realizados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura.

De acordo com o secretário de Estado de Cultura, Robério Braga, Itapiranga já tem uma intensa atividade cultural, o que facilita a realização de um festival naquele município.

“Lá existe um belíssimo coral infantil e a realização de um festival de música é um incentivo a mais para a profissionalização dos artistas daquele município”, afirmou.

O cantor e compositor Nicholas Júnior ficou com o segundo lugar da mostra competitiva, com a canção “Memórias do Alentejo“. Já o terceiro lugar dessa modalidade foi de Gil Valente, compositor e intérprete da música “índios Urbanos”.

Foram entregues ainda os prêmios de voto popular a Junior Bahia, que interpretou a música Pétrea. Jakie Santos levou ainda o prêmio de melhor intérprete e Salomão Rossy o de melhor canção, com a música “O criador e a Criação”.

Homenagem ao Carrapicho

O encerramento da 5ª edição do Amazonas Festival de Música contou ainda com o show do Grupo Carrapicho, que este ano completou 33 anos de carreira.

O líder do grupo, Zezinho Corrêa foi o grande homenageado desta edição do festival. O Carrapicho se apresentou por mais de uma hora, relembrando os principais sucessos que marcaram a sua carreira no Brasil e no exterior.

“Já fomos homenageados em vários países, mas nada supera a felicidade de receber essa homenagem dentro da nossa casa. Estou verdadeiramente emocionado e posso falar com toda a certeza que fazia muito tempo que não ficava tão nervoso antes de subir em um palco”, afirmou Zezinho Corrêa, antes da apresentação.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir