Cultura

Parque dos Bilhares recebe o colorido da arte urbana

O nome do festival é uma homenagem ao músico Rafael Derzi, conhecido como “Malaba”, - foto: divulgação

O nome do festival é uma homenagem ao músico Rafael Derzi, conhecido como ‘Malaba’, – foto: divulgação

Grafite, cartoon e comics são as artes urbanas que prometem agitar a tarde desta quarta-feira (27), no parque dos Bilhares. Previsto para iniciar às 15h, o evento vai reunir os artistas plásticos Romahs, Arab, Isy, Rayanne, Damaiia, Turenko, Raiz, Tial e Lobão, que vão dar um novo visual para o anfiteatro do parque dos Bilhares, que será o palco da quarta edição do ‘Malaba Jam Festival’, no domingo (31).

A jornalista Lane Lima, umas das organizadoras do “Malaba Jam Festival”, destaca que a organização do festival buscou para este ano algo novo, diferentemente das duas últimas edições, quando os artistas plásticos e grafiteiros da capital fizeram as intervenções durante o evento.

“Vimos que a área do show precisava de um visual novo. Para este ano, pensamos em algo que pudéssemos deixar como marca, como troca, para um lugar público, que a gente considera importante para a cidade”, diz Lima.

O cartunista Romahs afirma que os artistas possuem estilos divergentes e passarão suas mensagens por meio das pinturas, com o objetivo de chamar a atenção para a solidariedade e problemas sociais.

“A arte se posiciona nesse contexto, de emanar discussão, reflexão e perplexidade diante da situação social”, observa o artista. Ele diz ainda que, como são obras que ficarão no parque após evento, os artistas não terão uma conexão pré-estabelecida na concepção das pinturas. “A ideia é mostrar outra arte no festival, além da música”, explica Romanhs.

Shows
As bandas Canhamukaya, Na Trilha, Os Tucumanus, Cabocrioulo, Johnny Jack Mesclado, Alaídenegão, DJ Kimo, DJ Tubarão e participações de Jander Manauara, Maracatu Eco da Sapopema, Daniel D’Araújo e Marcelo Nakamura são as atrações da quarta edição do “Malaba Jam Festival”, que será realizado neste domingo (31), a partir das 16h, no parque dos Bilhares.

O nome do festival é uma homenagem ao músico Rafael Derzi, conhecido como “Malaba”, vítima de leucemia em 2013, que se transformou em ação solidária para arrecadar doações para o Grupo de Apoio Raio de Sol, que oferece apoio social a portadores de doenças no sangue, a maioria procedente do interior do Amazonas.

A entrada para festival é gratuita. Mas, no dia do evento, as pessoas podem participar da ação solidária e doar itens como arroz, feijão, macarrão, óleo, café e açúcar, assim como latas de leite em pó integral e complemento alimentar.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir