Mundo

Papa lava pés de refugiados de várias religiões em ritual pré-Páscoa

PAPA

Desde sua eleição, passaram a participar mulheres e membros de outras religiões – foto – reprodução

O papa Francisco lavou e beijou os pés de 12 pessoas, a maioria refugiados de diversas religiões, no tradicional ritual de lava-pés, nesta quinta-feira (24).

Três dos que tiveram seus pés lavados são muçulmanos. Durante o evento, que é realizado todos os anos logo antes da Páscoa, o pontífice pediu a união de membros de todas as religiões.

“Todos nós -muçulmanos, hindus, católicos, coptas, evangélicos- somos irmãos, filhos do mesmo Deus que quer que vivamos em paz, integrados”, discursou em Caltelnuovo di Porto, uma pequena cidade ao norte de Roma, onde há um centro que abriga cerca de 600 requerentes de asilo.

Francisco ainda condenou os ataques do Estado Islâmico em Bruxelas, que deixaram dezenas de mortos e centenas de feridos na última semana e apontou a indústria de armamentos como uma das responsáveis pelos atos.

“Três dias atrás, houve um gesto de destruição em uma cidade da Europa, realizado por pessoas que não querem viver em paz”, disse. “Por trás deste gesto, estão os fabricantes e os traficantes de armas, que querem sangue, não paz, que querem guerra, não irmandade.

Antes de Francisco se tornar papa, a cerimônia de lava-pés era realizada em uma das basílicas de Roma e só incluía homens católicos. Desde sua eleição, passaram a participar mulheres e membros de outras religiões.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir