Mundo

Papa lamenta ataque em Nice e condena ‘violência cega’

O papa Francisco enviou nesta sexta-feira (15) mensagem às autoridades católicas de Nice condenando o ataque ocorrido ontem (14) na riviera francesa que provocou a morte de ao menos 80 pessoas e deixou 100 feridos, sendo 54 crianças.

“Enquanto a França celebrava sua festa nacional, a violência cega atingiu a cidade de Nice, fazendo numerosas vítimas, entre elas, crianças. Condenando mais uma vez esses atos, Sua Santidade exprime profunda tristeza e proximidade espiritual ao povo francês”, disse Francisco, em uma mensagem assinada pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, e enviada ao bispo de Nice, André Marceau.

“Ele confia a misericória de Deus àqueles que perderam a vida e se une fortemente à dor das famílias em luto. Expressa sua proximidade aos feridos, como a todos que contribuíram com o resgate, pedindo para o Senhor apoiá-los em toda prova”, diz a carta.

O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, também disse que o Papa “condena em todo o mundo qualquer manifestação homicida, de ódio, de terrorismo e qualquer ataque contra a paz”. Um caminhão partiu para cima de uma multidão que celebrava o Dia da Bastilha ontem (14), em Nice, considerado o principal feriado do calendário francês. Até o momento, foram registrados 84 mortos. O motorista do veículo foi identificado como Mohamed Lahouaiej Bouhlel, um francês de 31 anos com origem tunisiana.

Nascido em Nice, ele trabalhava como motorista de uma empresa de entregas e havia sido condenado em março por violência. Ele já tinha passagem pela polícia na França, mas não por terrorismo. Bouhlel “era conhecido por violência, uso de armas, mas nenhum fato ligado a terrorismo”, disseram fontes locais. As autoridades garantem que o motorista estava sozinho no caminhão, mas, como o veículo levava armas e granadas, acredita-se que o atentado tenha sido premeditado.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir