Mundo

Papa Francisco diz que jovens devem fazer “download” de um coração bom

O papa Francisco encerrou sua visita à Polônia com uma grande missa ao ar livre neste domingo (31), na qual disse aos jovens que olhem para além das gratificações instantâneas proporcionadas pela tecnologia e tentem mudar o mundo.


Ele anunciou que a próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ) ocorrerá no Panamá em 2019.

Centenas de milhares de jovens, muitos dos quais acamparam durante a noite, balançavam bandeiras nacionais e acenavam para Francisco enquanto ele chegava para a missa em um grande campo nos arredores de Cracóvia neste domingo, ao final de sua visita de cinco dias pela Polônia.

Francisco, 79, que disse ser um “desastre” com a tecnologia, incluiu no sermão do último grande evento da viagem vários termos de tecnologia e das mídias sociais. Ele pediu que os jovens façam “download do melhor ‘link’ de todos, o do coração que vê e transmite bondade sem ficar cansado.”

Ele afirmou que as respostas dos jovens aos desafios da vida não podem ser “escrevendo algumas palavras”, que as rezas devem ser colocadas em local de destaque sobre os “chats” da internet e que a memória de Deus não é um “disco rígido” cheio de arquivos de todo mundo, mas mais um coração compassivo que quer ajudá-los a “deletar” o mal.

O papa pediu ainda que os jovens façam com que o evangelho funcione como o “navegador” de suas vidas.

Francisco os encorajou a continuarem sendo “sonhadores (que) acreditam em uma nova humanidade, que rejeitam o ódio entre povos, que rejeitam ver fronteiras como barreiras.”

O líder recomendou aos jovens que rejeitem a tristeza, “um vírus que infecta e bloqueia tudo, que fecha todas as portas, que impede de reiniciar a vida, de recomeçar”

“Sempre nos aguarda com esperança, mesmo quando nos fechamos nas nossas tristezas e dores, remoendo continuamente as injustiças recebidas e o passado. Mas, afeiçoar-nos à tristeza, não é digno da nossa estatura espiritual”, explicou.

Com o mesmo tom, pediu aos jovens que instalem “a conexão mais estável: a de um coração que vê e transmite o bem sem se cansar”, e que além disso é gratuita, acrescentou.

Na véspera, neste mesmo campo, o papa convocou a multidão de jovens a não “vegetar” confortavelmente no sofá, em um novo e original apelo aos católicos para que construam um mundo mais justo.

Um discurso que continha muitas das diretrizes que transmite como chefe da igreja católica, direto e por vezes também espirituoso, com o qual o Papa argentino quis sacudir a consciência dos jovens e converter o “Woodstock católico” em um momento de reflexão.

PANAMÁ

O Papa argentino acolheu a proposta do arcebispo do Panamá, José Domingo Ulloa, apoiado pelos bispos de toda a América Central, para realizar a próxima JMJ neste país.

O Panamá tem 3,6 milhões de habitantes, a grande maioria católicos, embora com uma presença cada vez maior de evangélicos.

A Jornada atrai em cada edição centenas de milhares de jovens de todas as partes do mundo que participam de várias atividades de reflexão, além de eventos culturais e artísticos, o que representa um verdadeiro desafio para este país tão pequeno.

“Primeiro quero agradecer a Deus. É como um milagre. Agradeço também ao Papa e ao presidente por tudo isso. Estamos super felizes. É uma bênção. Meu Deus, que felicidade!”, comentou à AFP a panamenha Ivana Urrutia, de 16 anos, entre os presentes na grande festa da juventude católica.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir