Esportes

Palmeiras vence e tenta afastar retrospecto negativo na liderança

Palmeiras decola na liderança do Campeonato Brasileiro 2016 - foto: Cesar Greco/Palmeiras

Palmeiras decola na liderança do Campeonato Brasileiro 2016 – foto: Cesar Greco/Palmeiras

O Palmeiras abriu três pontos de vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro ao bater o Santa Cruz por 3 a 2, nesta segunda-feira (3), em Pernambuco.

Os gols palmeirenses foram marcados por Zé Roberto, Leandro Pereira e Róger Guedes. Os mandantes descontaram com Arthur e Grafite, de pênalti.

Após quatro rodadas sendo seguido de perto pelo vice-líder Flamengo, o time chegou aos 57 pontos e viu o rival carioca, que empatou no sábado com o São Paulo, se distanciar.

Se depender do retrospecto do clube na reta final da competição nacional, a folga não significa tranquilidade para a equipe alviverde.

Das dez edições do Brasileiro disputadas no formato de pontos corridos com 20 equipes, apenas duas vezes um time perdeu o título ao chegar no término da 28ª rodada na primeira colocação.

Curiosamente, nas duas ocasiões o Palmeiras era o líder e com treinadores renomados no futebol nacional.
A primeira vez foi em 2008. Comandado por Vanderlei Luxemburgo, a equipe dividia a ponta com o Grêmio, ambos com 53 pontos, mas perdeu fôlego e viu o rival São Paulo levantar a taça daquele ano.

No ano seguinte a história se repetiu, mas o campeão foi justamente o principal adversário deste ano, o Flamengo.
Com Muricy Ramalho à frente do clube, o Palmeiras chegou ao fim da rodada 28 com cinco pontos de vantagem para o São Paulo, mas uma sequência negativa de três partidas tirou a liderança e o time não conseguiu nem ao menos a classificação para a Libertadores.

Para não repetir os anos anteriores, o atual treinador Cuca projetou no fim de agosto 74 pontos para dar fim a um jejum de 22 anos do Palmeiras sem comemorar o título do Brasileiro.

Para atingir a meta, o time precisará de um aproveitamento de 56,6% nos últimos dez jogos que restam. O atual desempenho é de 67,9%.

O próximo confronto acontece no próximo domingo (9) quando o Palmeiras visita o América-MG, lanterna da competição.

Para essa partida o técnico palmeirense não poderá contar com Gabriel Jesus, que servirá a seleção brasileira, o zagueiro Yerry Mina e o atacante Lucas Barrios, que estarão com o time nacional da Colômbia e Paraguai, respectivamente, nas eliminatórias sul-americanas.

Santa Cruz
Edson Kolln; Danilo Pires, Néris, Danny Morais e Allan (Jadson); Uillian Correia, Derley (Arthur), Pisano (Wagner) e João Paulo; Keno e Grafite. T.: Doriva

Palmeiras
Jailson; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Egídio (Cleiton Xavier); Tchê Tchê, Moisés e Zé Roberto; Róger Guedes (Thiago Santos), Erik (Leandro Pereira) e Gabriel Jesus. T.: Cuca

Estádio: Arruda, no Recife (PE)
Árbitro: Dewson Freitas da Silva (PA)
Gols: Zé Roberto, aos 32min do 1º tempo; Arthur, aos 10, Leandro Pereira, aos 20, Grafite, aos 24, e Róger Guedes, aos 34 min do 2º tempo
Cartões amarelos: Grafite, Pisano, Derley, Néris, Danny Morais, Allan (S), Gabriel Jesus e Erik (P)
Público: 7.184
Renda: R$ 102.040,00

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir