Esportes

Palmeiras jogará no Pacaembu e pede apoio de torcida

O Palmeiras jogará no Pacaembu. Sem poder contar com o Allianz Parque por conta de uma série de eventos entre os meses de agosto e novembro, o time alviverde está acertado para atuar no estádio municipal de São Paulo. O técnico Marcelo Oliveira, responsável por confirmar as partidas no Pacaembu, pede apoio da torcida.

“Este casamento entre torcida e time é muito importante. Vamos jogar em São Paulo mesmo, e temos que contar com eles independente do estádio. Claro que é diferente. Mas esta parceria com a torcida será fundamental. Jogaremos no Pacaembu, já que não poderemos jogar em casa”, disse o treinador.

O Palmeiras ainda não confirmou oficialmente a utilização do estádio. Fato é que não poderá usar o Allianz Parque por conta de quatro eventos marcados para o local. São eles o torneio de videogame ‘League of Legends’ (8/8) e shows de Rod Stewart (19/9), Katy Perry (25/9) e da banda ‘Muse’ (24/10). Todos envolvem um período de dias antes e depois do evento para montagem, desmontagem e tratamento do gramado – a exceção é o torneio, que não afeta a grama.

Com a sequência de eventos, o Palmeiras já perde duas partidas em casa -contra o Grêmio, pela 27ª rodada, e diante do Sport, pela 32ª rodada. Se o clube continuar na Copa do Brasil, ainda deve precisar mandar em outro lugar uma partida das quartas-de-final e outra das semifinais, totalizando quatro jogos.

Enquanto ostenta bom rendimento como mandante, vem de quatro vitórias seguidas, o time perderá um dos pilares para os 71% de aproveitamento como mandante. A meta é melhorar também fora, onde o aproveitamento é de 44%.

“Temos muitos aspectos que precisamos melhorar. A marcação mais forte, uma posse maior alternando com jogadas em velocidade, mas principalmente o aproveitamento fora de casa. Um time que quer ser campeão precisa contar com pontos conquistados fora de casa também”, explicou o técnico Marcelo Oliveira.

O próximo jogo do Palmeiras será diante do Vasco, neste domingo (26), às 18h30, no Rio de Janeiro.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir