Dia a dia

Padre Cânio Grimaldi morre aos 82 anos, em Manaus

O padre viveu 36 anos em Manaus - foto: divulgação

O padre viveu 36 anos em Manaus – foto: divulgação

Faleceu na manhã desta terça-feira (16), em Manaus, o salesiano padre Cânio Grimaldi, Secretário da Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia – ISMA e ex- Diretor do Colégio Dom Bosco – CDB e Ex- Diretor Executivo da Faculdade Salesiana Dom Bosco – FSDB, instituição a qual foi um dos mentores e incentivadores para a sua criação.

Filho de Benedetto Grimaldi e Maria Antonia Pepe, nasceu em 2 de abril de 1933, em Oppido Lucono em Potenza na Itália. Aos 12 anos resolveu que queria seguir a vida religiosa e no dia 1º de outubro de 1945 entrou para o aspirantado, e no período de 1948 a 1949 fez o noviciado, fazendo sua primeira profissão religiosa no dia 16 de agosto de 1949 quando entrou para a Congregação Salesiana.

Estudou filosofia no Instituto Salesiano em Torre Annunziata no período de 1950/ 51, realizou seu Tirocínio no Instituto Salesiano de Bríndisi de 1952 a 1954. Sua Profissão Perpétua foi realizada no dia 16 de agosto de 1954, e em seguida fez seus estudos de Teologia no Instituto Teológico Santo Tomás em Messina no período de 1955 a 1958, sendo Ordenado Presbítero em 29 de junho de1958 pela imposição das mãos de D. Carmelo Canzonieri.

Muito estudioso e preocupado com as causas humanitárias e principalmente com a educação dos jovens, padre Cânio Grimaldi era formado em filosofia, teologia e pedagogia, com especialização em filosofia, metodologia do ensino superior e direito canônico e mestre em teologia pastoral.

Sua chegada ao Brasil foi em 1969, após quase onze anos de trabalhos na pastoral como catequista em Roma, função que prosseguiu ao chegar a Belém em 1970, onde ficou até 1973 sendo transferido para Manaus onde viveu 39 anos dos 46 dedicados ao país que lhe acolheu.

Padre Cânio Grimaldi logo assumiu a direção do Colégio Dom Bosco e tornou-se membro do Conselho Inspetorial no período de 1974 a 1976, para em seguida dirigir o Colégio Domingos Sávio por quase sete anos, mantendo-se como membro do Conselho Inspetorial. Em 1984 levou sua vasta experiência na pastoral para Porto Velho/RO onde foi pároco na Paróquia de Nossa Senhora de Fátima em Porto Velho/RO por cerca de oito anos.

Escolhido para assumir a direção da Casa Inspetorial no Domingos Sávio, retornou a Manaus onde dedicou-se a educação dos jovens assumindo ao longo das décadas: a Casa Inspetorial (1996), o Centro salesiano de Formação – CESAF e do Centro de Estudos do Comportamento Humano – CENESCH e o Encontro Familiar Cristão (1997-2000); Centro de Estudos do Comportamento Humano – CENESCH (2001-2002); FSDB e a Vice Direção do Colégio Dom Bosco (2003-2005); Conselheiro Inspetorial (2004-2009); Vice Diretor de Relações Comunitárias da Faculdade Salesiana Dom Bosco – FSDB, manteve-se na Vice Direção do Colégio Dom Bosco e da Pastoral Universitária da Faculdade Salesiana Dom Bosco – FSDB (2006-2011); Coordenou a Comissão Inspetorial de Educação; Incentivou os Ex-alunos/as e acompanhou as Voluntárias de Dom Bosco como delegado e foi membro da Comissão Inspetorial de Pastoral (2011).

De 2006 a 2012 foi nomeado Vice-Diretor de Relações Comunitárias da Faculdade Salesiana Dom Bosco – FSDB e Conselheiro Inspetorial em Manaus, para em seguida assumir em 2013 a secretaria da Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia onde manteve-se até sua morte aos 83 anos.

Seu corpo está sendo velado na igreja do Colégio Dom Bosco/ Paróquia Dom Bosco – situada a Av Epaminondas, 57 centro (entrada pela rua Luís Antony). Ás 18hhaverá a celebração das vésperas (leituras de salmos do dia anterior), às 19h haverá a Celebração da Esperança e amanhã, às 7h30, será rezado um terço em sufrágio de sua alma. Às 9h a missa de corpo presente será presidida por Dom Sérgio Castriani. O sepultamento acontecerá às 11h no jazigo dos salesianos no Cemitério São João Batista.

“Para os salesianos a morte é iluminada pela esperança de entrar na alegria do seu senhor. E quando acontece que um salesiano sucumbe trabalhando pelas almas, a Congregação alcançou uma grande vitória” (C,54)

Com informações da assessoria

2 Comments

2 Comments

  1. Moacyr Carlos Junior

    1 de março de 2016 at 10:35

    Meu nome é Moacyr. Sou arte/educador e músico, tendo alguns trabalhos editados pela PAULUS (São Paulo). Há alguns anos atrás fui informado, mas não consegui confirmação de que, através das ondas do rádio, um padre em Manaus ensinava tabuada para a crianças das aldeias do Amazonas utilizando meu CD “Pra Pensar e Cantar as Tabuadas” (PAULUS). Imagino que possa ser o Pe. Cânio Grimaldi, falecido recentemente. Será que alguém poderia me ajudar na confirmação desse fato?
    Confesso que ficarei muito grato e feliz, pois pelo que tenho lido, o referido religioso foi uma pessoa imensamente querida por todos.
    Abraço musical,
    Moacyr

  2. Joseney Nonato

    16 de fevereiro de 2016 at 23:35

    Triste, porém honrado de tê-lo conhecido na FSDB.
    Pelos corredores da faculdade era inevitável não se deparar com a figura ilustre de Padre Cânio Grimaldi..
    Portanto sua passagem por nossas vidas foi de fundamental importância…
    Deus elevou esse homem frágil aos céus…para que possamos continuar o trabalho salesiano que ele tanto honrou.
    UMA VEZ SALESIANO ..SEMPRE SALESIANO..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir