Economia

Pacotes internacionais estão em queda na semana da pátria

O segmento amarga queda nas vendas de pacotes aéreos internacionais de até 40% - foto: divulgação

O segmento amarga queda nas vendas de pacotes aéreos internacionais de até 40% – foto: divulgação

O tradicional feriado da semana da pátria deste ano não rendeu às agências de viagens de Manaus o que elas esperavam. Com a clientela tímida, em meio o momento de crise, o segmento amarga queda nas vendas de pacotes aéreos internacionais de até 40%, em relação ao mesmo período de 2014, e de 30% sobre as reservas para as festas de final do ano.

A gerente operacional da Amazon Explorer’s, Rejane Dias, disse que a procura por voos internacionais diminuiu consideravelmente em relação ao ano passado. “A procura por pacotes de viagens para o feriado de sete de setembro, caiu muito, e para o fim do ano está 15% mais baixa. Mesmo com isso nós estamos vendendo bem, pois quem quer viajar se programa, ou enfrenta a crise”, afirmou.

Rejeane ressaltou que a procura foi grande, no entanto, não representou na mesma medida o fechamento de reservas. Ainda assim, ela continua otimista. “A expectativa sempre é boa. Mas, pelo que vimos no cenário financeiro acredito que só melhora no segundo semestre de 2016. Agora estamos nos esforçando para atrair e atender os clientes que poderão esperar boas promoções”, observou.

A diretora da agência de viagens Paradise Turismo, Cláudia Mendonça, contou que não sentiu uma grande queda, uma vez que, normalmente quem deseja viajar nesses períodos efetua a compra das passagens com pelo menos seis meses de antecedência. Ela lembrou que, quem decidiu deixar para comprar passagens num período próximo ao feriado irá pagar até 60% mais caro.

Cláudia ressaltou que, com a alta do dólar, houve uma grande queda nas viagens internacionais. Nesse rumo, os destinos nacionais estão em foco entre as pessoas que não abrem mão de viajar. De acordo com ela, os destinos brasileiros mais escolhidos pelo amazonense ainda são o Rio de Janeiro (RJ) e Fortaleza (CE).

Conforme a diretora da Paradise, como as pessoas se programam e compram passagens com antecedência, ela não sentiu uma diferença brusca para esse feriado. Contudo, percebeu uma queda de 30% na projeção de viagens para o fim do ano.

“Com o dólar em alta, a escolha está sendo as viagens nacionais. Mas, como as vagas para viagens nacionais estão acabando os clientes acabam buscando as passagens internacionais através de pacotes aéreos com promoções que nunca antes se imaginou. Hoje em dia com um pacote promocional pode se viajar para Miami com US$ 290”, afirmou.

O estudante de direito Guilherme Assis, 21, afirmou que a família dele anualmente compra passagens para destinos internacionais, mas com alta no preço do dólar, os seus pais escolheram destinos nacionais. “Como não conseguimos um bom pacote internacional vamos viajar para outro Estado do Brasil. O importante é passar bons momentos com a família”, avaliou.

Por Asafe Augusto

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir