Dia a dia

Pacientes transplantados são homenageados no Adriano Jorge para incentivar doação de órgãos e tecidos

adriano-jorge-doadores-divulgacao

A homenagem faz parte das ações do ‘Setembro Verde’, mês alusivo ao incentivo à doação de órgãos e tecidos – foto: divulgação

Para sensibilizar colaboradores e familiares de pacientes internados na Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ) sobre a importância de ser doador, uma homenagem aos pacientes transplantados foi realizada nesta quarta-feira (28). Segundo dados da Central de Transplantes do Amazonas, existem mais de 300 pessoas no estado na fila de espera para transplantes de fígado, rins e córnea. Desse total, a maioria é referente a transplante de fígado.


Há dois anos, o autônomo Gerson Andrade, 43, voltou a comemorar os momentos de alegria com a sua família. Ele, que foi acometido de uma grave hepatite tipo C, teve seu fígado comprometido e precisou ser transplantado. “Eu estava há dois anos praticamente morto, mas foi por uma doação de um pessoa com amor em devolver a vida para próximo que estou de pé e pude ver a minha filha se formar na faculdade”, conta.

Em setembro de 2015, a industriária Tabata de Melo, 36, recebeu um novo fígado, após problemas de cirrose. Ela comenta que é necessário sensibilizar a sociedade para esse ato de amor. “Seja um doador e mantenha esse laço com a vida porque eu sou uma pessoa que recebeu uma nova vida, através de um ato tão bom de uma família que decidiu ter essa atitude”.

A Fundação deve retomar os procedimentos cirúrgicos de transplantes de órgãos em janeiro do próximo ano. “A captação de órgãos não parou, e vamos iniciar as capacitações dos profissionais para que, entre o final deste ano e início de 2017, possamos fazer transplantes renais e hepáticos”, afirmou o diretor presidente, Alexandre Bichara.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir