Esportes

Ouro no Sul-Americano de Ginástica Rítmica da Colômbia fica com amazonenses

 A trajetória até o pódio foi difícil, mas que as meninas tiveram sucesso – foto: divulgação


A trajetória até o pódio foi difícil, mas que as meninas tiveram sucesso – foto: divulgação

A delegação do Amazonas brilhou no Sul-Americano de Ginástica Rítmica que acontece desde sexta-feira (6), no Coliseo Municipal de Paipa, na Colômbia. Representando o Brasil, elas conquistaram ouro inédito para a carreira, com a nota geral de 19.200, nas duas apresentações com as mãos livres, do conjunto pré infantil. Para ir à competição, a delegação recebe apoio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Formam a equipe canarinho as atletas Clara Mendes, 10, Camila Cunha, 10, Evelyn Lamego, 10, Isabela Lages,10, Raicca Tomé, 8, e a técnica Fabricia Viana. A comandante do time conta que a trajetória até o pódio foi difícil, mas que as meninas tiveram sucesso ao enfrentar Chile, Bolívia, Argentina e Colômbia.

“Até último momento as meninas foram concentradas e decididas, porque estávamos lutando diretamente contra a Argentina. A nossa maior dificuldade, inclusive, foi a respiração, pois a altitude complicou um pouco, mas nossas atletas decidiram que dariam tudo durante os dois minutos e trinta de apresentação”, contou Viana.

A técnica da equipe dourada ainda relatou que parar driblar a altitude e o clima com temperatura baixa, foi preciso utilizar técnicas de respiração para que a apresentação não fosse afetada. “Além do foco necessário, conseguimos trabalhar a respiração forte, suficiente para a equipe conseguir finalizar a série. Com o frio sofremos um pouco também, mas nada que comprometesse”, disse.

A apresentação do grupo foi toda inspirada no desenho da Disney ‘Nem que a Vaca Tussa’ e a conquista, de acordo com Fabricia, está atrelada a dedicação dos últimos meses. Para o evento, as ginastas chegavam a treinar mais de 30 horas por semana.

“Na GR é necessária dedicação exclusiva, uma vez que a modalidade prioriza a perfeição. Para tanto, os treinos aconteciam de segunda a sábado, das 16h às 21h, na Vila Olímpica de Manaus (segunda, quarta e sábado) e no Colégio Adalberto Valle (terças, quintas e sextas-feiras)”, contou a treinadora, que junto com o time campeão chega em Manaus na próxima terça-feira, dia 11.

A vaga para Sul-Americano foi conquistada em junho deste ano, após a equipe amazonense vencer a Copa Brasil de Conjuntos, evento que ocorreu no Centro de Ginástica Bianca Maia Mendonça, localizado na Vila Olímpica de Manaus, no Dom Pedro.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir